Artigos, Growth

Tudo sobre Growth Hacking: 9 artigos imperdíveis para ler em 2022


João Vitor, especialista em tudo sobre growth hacking

Confira um compilado de artigos curados pelo G4 Educação trazendo tudo sobre growth hacking para acelerar o crescimento da sua empresa neste ano.

Do mesmo modo que lançar um negócio estruturado não ocorre em algumas semanas, quem dirá dias, o crescimento organizacional também é um processo que, além de se tornar mais complexo com o passar do tempo, leva tempo e passa por constantes mudanças. 

Crescer e/ou escalar as operações de uma empresa pode até ser considerado como uma arte, tendo o nascimento do hoje conhecido termo growth hacking como uma forma de descrever as maneiras pelas quais uma empresa pode cuidadosamente elaborar estratégias e processos que se concentram apenas nisso, no crescimento da empresa.

Dito isso, apesar de esses “hacks” já existirem há algum tempo, muitas organizações ainda deixam de colher todos os benefícios que essas táticas e estratégias oferecem.

Logo, se bem vimos os danos causados pela pandemia em inúmeros setores nos últimos, também presenciamos o poder da adaptação e inovação quando se trata de superar situações adversas, não só tratando-se de sobrevivência como também sobre crescimento organizacional.

É crucial que os líderes empresariais tomem a iniciativa de implementar estratégias eficazes de growth hacking que os ajudem a colocar suas devidas empresas no caminho do sucesso, assegurando-se de ter o melhor resultado possível de tudo aquilo que estiver em seu controle. 

Hoje, com mais e mais dados disponíveis e maior facilidade de transformar esses dados em informação para tomar decisões mais assertivas, há uma oportunidade de capacitar a todos dentro da organização (não apenas a diretoria) para realizar mudanças reais onde for necessário.

Por conta disso, o G4 Educação separou 9 artigos imperdíveis sobre growth hacking para que a sua empresa traga os melhores resultados possíveis e consigam escalar suas operações de forma controla e contínua. Os conteúdos separados incluem desde temas introdutórios a outros mais avançados, além de estudos de caso que ilustram acertos e erros cometidos por grandes empresas globais. 

#1 – As 30 habilidades de um growth hacker

Habilidades de um Growth Hacker

Uma vez que a importância (e popularidade) do growth hacking vem crescendo dentro e fora do meio da startups, maior vem sendo a criação de vagas e a procura por profissionais especializados em growth. No entanto, encontrar profissionais capacitados não vem sendo uma tarefa fácil para a maioria das empresas.

Dito isso, uma característica compartilhada por growth hackers é que todos são especialistas em algum campo, porém possuem diversas habilidades multidisciplinares como, por exemplo, psicologia comportamental, marketing criativo, análise de dados e, às vezes, até tecnologia e programação. 

Para se tornar (ou contratar) um profissional de growth hacking de sucesso, é necessária uma bagagem diversificada de conhecimentos, desde os mais intuitivos aos mais técnicos. Além disso, o growth hacker bem-sucedido deve se atualizar constantemente sobre as diferentes mudanças tecnológicas para sempre manter a empresa para qual trabalha à frente de seus competidores.

#2 – 20 métricas de Growth Hacking essenciais para o crescimento da sua empresa

Métricas de Growth Hacking

De acordo com Vicente Falconi, quem não mede/mensura, não consegue gerenciar, e isso não é diferente para um profissional de growth. Dito isso, as métricas de growth hacking indicarão se o seu crescimento está acontecendo na velocidade planejada e de forma sustentável para o negócio a médio e longo prazo. 

Além disso, como essa mensuração/análise ocorre de ponta a ponta, é importante considerar não só as métricas mais utilizadas, como custo de aquisição de clientes (CAC) e retorno sobre o investimento (ROI), mas também métricas de retenção (churn e NPS), SEO, anúncios pagos (custo por clique e custo por conversão) e e-mail. 

#3 – G4 Books: Hacking Growth [Principais Conceitos]

Se bem vemos um aumento no número de growth hackers dentro das empresas, pode-se dizer que a grande maioria (senão todos) desses profissionais se espelharam e/ou seguiram os conceitos estipulados por Sean Ellis, que cunhou o termo growth hacker em 2010.

Logo, todos esses principais conceitos podem ser aprendidos em Hacking Growth, livro que o próprio Ellis escreveu para detalhar como as empresas podem coletar, analisar e testar dados de forma sistemática e otimizar tempo e recursos para crescer de forma exponencial. 

#4 – Estudo de caso Amazon: como a empresa construiu o seu ecossistema de Growth

Amazon_Marca

Se existe uma companhia que cresceu drasticamente na última década, ganhando protagonismo especialmente durante a pandemia, essa foi a Amazon. 

De faturar US$48,08 bilhões mundialmente em 2011 a US$469,61 bilhões em 2021, a empresa criada por Jeff Bezos se tornou referência por seu Amazon Flywheel, modelo que coloca o cliente primeiro lugar através experiências cada vez mais personalizadas, além de aumentar a oferta de produtos e serviços em seu portfólio.

#5 – Bullseye: como usar esse framework para tracionar o seu negócio

Framework Bullseye

O começo da jornada empreendedora traz diversos desafios: encontrar o público-alvo, alcançar o product market fit, determinar uma precificação justa e escolher os principais veículos de distribuição para obter tração nas operações. 

Dito isso, focando-nos especialmente em tração, imagine que existe um método que lista todos os 19 veículos de distribuição e que, através de um passo a passo de execução e testes, direciona melhor seu foco de tração e maximiza seus resultados de forma rápida e econômica, encontrando assim o centro do alvo: o canal mais adequado. Este método é o bullseye framework.

#6 – 26 ferramentas de Growth para te ajudar a crescer

Ferramentas de Growth Hacking

Se bem vemos que a metodologia de growth hacking é bastante orientada por testes e experimentos rápidos, é fundamental que o profissional da equipe de growth recorra às ferramentas disponíveis para tangibilizar o processo, otimizar o tempo, tomar decisões mais assertivas e aumentar a eficácia da operação.

Separamos 26 ferramentas que oferecerão insights valiosos, automação e escalabilidade, deixando que os membros da equipe de growth foquem exclusivamente no crescimento da empresa, além de torná-los menos dependentes de desenvolvedores para fazer, por exemplo, análises complexas, vincular ferramentas independentes ou criar e testar páginas de destino (landing pages).

#7 – Como montar uma estratégia de product-led growth [playbook 2022]

Growth Hacking

Algo que vem se tornando cada vez mais presente entre as startups é o modelo de product-led growth, utilizado por empresas que já possuem um crescimento acelerado onde o produto é o principal responsável pela aquisição e retenção de clientes. 

Para acompanhar esse crescimento, ou seja, mantendo o foco no desenvolvimento e na evolução do produto, estratégias antes utilizadas como, por exemplo, escalabilidade liderada pelo marketing, evoluem para dar ênfase aos resultados gerados pelo produto, assim como os elementos dentro dela, desde a definição de meta North Star e precificação transparente até uma integração sem atritos.

Logo, além de existirem certos elementos desta fórmula de sucesso que são de extrema importância para a implementação do modelo de product-led growth, é importante que exista um alinhamento multifuncional nas empresas para que essa estratégia funcione, com focos específicos para as áreas de vendas, customer success e equipe de produtos. 

8 – Estudo de caso Blockbuster: de líder de mercado ao fechamento de 99,99% de suas lojas

Locadora Blockbuster no estado da Pennsylvania, Estados Unidos

Você sabia que a Blockbuster já teve mais de 9000 locadoras de vídeo em 15 países e hoje tem apenas 1? Além disso, você sabia que a Blockbuster teve a oportunidade de comprar a Netflix, que hoje vale mais de US$180 bilhões, por somente US$50 milhões em 2000?

Hoje, se bem sabemos a importância de inovar e se adaptar as novas tendências para não nos tornarmos obsoletos e perder espaço entre os competidores, o caso da Blockbuster é uma das principais referências de como a falta de inovação e adaptação podem levar ao fracasso uma empresa de líder de mercado. 

#9 – Efeito de rede [Guia completo 2022]

Representação de Efeitos de Rede

Você sabe o que empresas como Amazon, Facebook, WhatsApp e Uber tem em comum?

Se comparamos as principais empresas do mundo da atualidade com as que se encontravam no topo 10 anos atrás podemos não só observar como a tecnologia se tornou cada vez mais protagonista e indispensável como também ver o poder que o usuário tem no aumento de valor do produto ou serviços que muitas dessas empresas oferecem.

O fenômeno dos efeitos de rede vem sendo cada vez mais considerado tanto no desenvolvimento do produto ou serviço como na escolha do modelo de negócios, pois seu crescimento virá e o seu valor aumentará conforme as pessoas utilizem esse produto ou serviço e passem a recomendá-lo para outras pessoas, criando algo de qualidade que passou a ser praticamente necessário para o cotidiano das pessoas. 

Além de oferecer tudo sobre growth hacking para que você aprenda a como desenvolver novos canais, analisar os seus resultados e ter uma melhor retenção de clientes, este compilado é um conteúdo vivo e terá atualizações periódicas cada vez que novos conteúdos relevantes entrem em circulação. 

Caso você queria aprender a encontrar as alavancas de crescimento para tornar o seu negócio mais escalável, conheça o G4 Growth, do G4 Educação, e aprenda como aplicar as estratégias usadas por Facebook, Google, Amazon, Uber e Apple no seu negócio em uma imersão presencial de dois dias. 

CONHEÇA A IMERSÃO EM GROWTH

Glossário do Empreendedor

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W Y X Z
Banner G4 for Business 01
Banner G4