Significado M&A

Bons empreendedores estão sempre avaliando oportunidades de crescimento das empresas, o que pode ocorrer por meio de projetos de expansão, ingresso em novos mercados e também por M&A (Mergers & Acquisitions).

As estratégias de M&A estão mais próximas do que alguns gestores pensam e não se limitam a grandes corporações em transações milionárias.

O que significa M&A?


M&A – Merger and Acquisition traduzido para o português, a sigla significa “fusões e aquisições” e pode ser um ótimo caminho de crescimento, não somente para grandes negócios, mas para os que estão começando também.

M&A são as transações que unem as empresas, basicamente. A fusão nada mais é do que a junção de duas empresas que, a partir de então, se tornam um novo negócio.

Leia mais em: O que você precisa saber sobre Fusão de Empresas – Mergers and acquisitions (M&A)

O que é M&A?

A sigla M&A ou, F&A em português, indica duas opções de operações societárias, a fusão, que é quando duas empresas se unem e formam uma nova companhia, e a aquisição, que é quando uma organização compra outra e a incorpora em suas operações.

Um exemplo de fusão foi dos bancos Itaú e Unibanco, em 2008, resultando no Itaú Unibanco, uma das maiores transações do tipo no país.

Já um exemplo de aquisição foi a compra, em 2020, da Avon pela Natura¹, que resultou na consolidação do grupo como o quarto maior do mundo no setor de cosméticos.

Apesar desses exemplos, a área de Mergers & Acquisitions também é movimentada por pequenas e médias empresas em operações menores, mas importantes.

Para que serve uma operação de M&A?

As fusões e aquisições podem ter diferentes objetivos, mas existem diversos ganhos esperados pelos empresários, como:

  • aumentar a eficiência operacional;
  • crescimento do market share ;
  • redução dos custos de produção;
  • maior alcance das marcas;
  • obtenção de novos clientes;
  • diminuição dos riscos operacionais e financeiros;
  • aumento do capital;
  • compartilhamento de know how;
  • aumento da competitividade.

Portanto, são diferentes motivos que levam as empresas a unir esforços para consolidação de uma nova companhia ou mesmo na aquisição de um empreendimento por outro.

Tipos de Fusões e Aquisições:

Existem diferentes tipos de fusões e aquisições de acordo com o segmento e posicionamento das empresas. Entre eles estão:

  • horizontal: é quando duas empresas do mesmo segmento e que comercializam o mesmo tipo de produto se unem;
  • vertical: quando apesar de atuar no mesmo segmento, as empresas envolvidas estão em etapas distintas da cadeia de produção;
  • conglomerado: quando a operação de M&A envolve empresas de segmentos diferentes;
  • complementar: quando os produtos ou serviços comercializados pelas empresas são complementares;
    extensão: quando as empresas envolvidas na transação atuam na mesma área, mas atendem públicos distintos.

Assim, o tipo de enquadramento da operação de Mergers & Acquisitions depende da área de atuação de cada companhia e, consequentemente, também é determinada pelos objetivos das empresas com a transação.

Principais etapas do processo de Mergers & Acquisitions

Cada operação de M&A é única, uma vez que tanto a fusão de duas companhias para emergência de uma nova empresa como a aquisição de uma pela outra sempre depende de fatores únicos de cada empreendimento.

Abaixo temos as principais etapas legais e operacionais a serem cumpridas para garantir uma operação bem sucedida de M&A, são elas:

  1. Análise e preparação:

    É assinado um contrato de confidencialidade para as negociações preliminares e, opcionalmente, uma carta de intenções para confirmar o interesse das partes;

  2. Valuation:

    Consiste na definição do valor de mercado de cada companhia utilizando métodos sistematizados que consideram variáveis como segmento, aceitação no mercado, desempenho das vendas, oportunidades de crescimento, patentes etc.

  3. Negociação:

    São definidos os valores da transação e também a estrutura para efetivar as mudanças, seja de fusão ou aquisição;

  4. Due Diligence:

    Consiste em uma auditoria externa que faz a checagem de todos os dados da empresa negociada para identificar e sanar irregularidades, sejam financeiras, fiscais, operacionais, trabalhistas etc.;

  5. fechamento e pós-fechamento:

    Onde consiste na efetivação financeira da transação com transferência da titularidade dos bens mediante contrato e anúncio público da fusão ou aquisição.

Aprenda o processo completo para sua empresa captar investimentos, realizar aquisições ou ser vendida para outros negócios.

As negociações de M&A podem durar entre alguns meses até anos, de acordo com a complexidade da operação, mas consiste em um campo a ser explorado por empreendedores que almejam crescimento e solidez de mercado.

Referências:

¹https://exame.com/negocios/formacao-de-gigantes-12-fusoes-e-aquisicoes-de-2019/

Saiba mais: outros termos que você precisa conhecer.

Compartilhe esse conteúdo:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

No G4 Educação nossa missão é ajudar gestores e líderes de negócios a inovarem e gerarem mais resultados.

Se você quer aprender com alguns dos melhores empreendedores do país, preencha o formulário e receba nossos conteúdos gratuitos.

Descubra como você pode se tornar um Gestor 4.0

Confira mais conteúdos do G4 no Instagram

LANÇAMENTO!

CURSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Primeira turma de planejamento estratégico do G4 Educação com 6 encontros ao vivo e aulas online, com Julian Tonioli, o mentor dos mentores.

LANÇAMENTO!

CURSO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Primeira turma de planejamento estratégico do G4 Educação com 6 encontros ao vivo e aulas online, com Julian Tonioli, o mentor dos mentores.