Quem é Tony Celestino?

Tony Celestino, natural de Maceió- AL, é o fundador do G4 Educação e atualmente, CEO do G4 Club, o clube de empresários que é braço direito da empresa. Tony veio de uma família empreendedora, trabalhando desde os 13 anos na empresa de seu pai em diversas áreas.

Trajetória de Tony Celestino

Sempre deu muito valor para a educação, e por esse motivo é um grande crítico da educação brasileira e do modelo acadêmico aqui posto. Portanto, ao completar 17 anos decidiu estudar nos Estados Unidos por um ano em uma escola cristã, a Northstar Christian Academy. Lá, ele reafirmou alguns valores em relação à espiritualidade e escolheu um propósito: transformar a vida das pessoas.

Ele retornou ao país em busca de conhecimento fora do padrão brasileiro, pois estudou muito sobre política e principalmente sobre a política norte-americana. Resolveu então, fazer MBA na FGV e se formou em administração, apesar de acreditar muito mais no networking do que no dia a dia acadêmico.

Tony carrega consigo, uma grande experiência em varejo, dado de onde veio e a área que trabalhava com seu pai. Justamente foi com seu pai, que ele criou uma base forte para ser um líder com grande empatia e tornando-se um especialista em desenvolver talentos. Dessa maneira, o CEO se interessou ainda mais pelo empreendedorismo, principalmente por negócios de alta qualidade. 

O divisor de águas ocorreu em 2008, quando Tony foi novamente para os EUA e viu o lançamento da Apple Store, tornando-se um grande apaixonado por tecnologia. Desde então, ele tem o objetivo de unir seu propósito a sua paixão.

Tony Celestino: Fundador do G4 Educação e CEO do G4 Club
Tony Celestino: Fundador do G4 Educação e CEO do G4 Club

Três startups fundadas:

Entre os anos de 2011 e 2014, Tony focou em criar alternativas que ajudassem as pessoas e que dependessem da tecnologia. Foi nesse intuito que ele criou seu primeiro aplicativo, o Best Apps, sendo este um dos primeiros aplicativos a ter a licença da Apple. 

A softhouse já possuía 18 aplicativos disponíveis na Apple Store, porém o CEO percebeu que criar aplicativos para outras não lhe agregava de forma alguma em relação ao seu propósito, então resolveu desistir do projeto, apesar do bom retorno financeiro.

Após este momento, um amigo de Tony lhe trouxe a ideia de criar um aplicativo para encontrar animais perdidos. Nasceu então, a Find my Pet, uma ideia que era ótima, porém teve grandes problemas na execução por falta de conhecimento de ambos CEOs.

Para Tony, a Find my Pet, foi uma grande escola da vida, pois mesmo sendo um app amplamente utilizado em mais de 30 países, houve muitos erros que fizeram com que os sócios abandonassem o projeto.

O fracasso anterior, deu o impulso que o líder precisava. Ele começou a estudar muito sobre o vale do silício e suas startups, logo após, foi convidado pela Blackberry para um evento que duraria uma semana em Orlando. Tony foi e acabou ficando dois meses, pois após o evento, resolveu conhecer o vale do silício, recebendo mentorias e fazendo conexões valiosas ali. 

Ao voltar para o país com toda essa carga, junto a outro amigo lançou a Lot Box. Seus erros o catapultaram para aprender, e assim, a empresa de transporte marítimo obteve uma melhor execução com o sistema de consolidação de cargas. Apesar de ótima e rentável ideia, Tony errou no timing – era uma ideia muito avançada para a época. Os sócios desistiram da ideia, e posteriormente, a Maersk acabaria usando o mesmo core do projeto.

Tony Celestino: Liderança da Techstars no Brasil
Tony Celestino: Liderança da Techstars no Brasil

As tentativas de liderar foram frustradas, mas não houve nem tempo de começar a pensar em algo, pois Tony foi chamado para ser diretor nacional da Techstar. Isso ocorreu da seguinte maneira: o líder participou do startup weekend, que ocorria em média, 4 vezes ao ano no Brasil. Primeiramente, ele foi chamado para ser CEO da UP Global e fundir o evento pelo país.

Em dois anos e meio, Tony conseguiu trazer uma maior ocorrência do evento para o Brasil, passando de 4 vezes ao ano, para 120. Logo após, a Techstars comprou a empresa, tornando-se uma das maiores aceleradoras e financiadoras e, sob o comando de Tony Celestino no Brasil, como diretor nacional. Para se ter uma ideia, a Techstars foi a primeira  a investir na Uber no país. O líder permaneceu na empresa por mais cinco anos.

G4 Educação:

Fundados do G4 Educação: Bruno Nardon, Tallis Gomes, Alfredo Soares e Tony Celestino
Fundados do G4 Educação: Bruno Nardon, Tallis Gomes, Alfredo Soares e Tony Celestino

A forma que tudo começou no G4, é o que podemos chamar de “destino”. Tallis começou a frequentar a Startup Weekend e foi nesse evento que ele deu início ao Easy Taxi. Dessa forma, os caminhos de Tony e Tallis se encontraram. Com sua habilidade para falar, Tallis chamou a atenção de Tony e este, o chamou para apresentar o evento na sede da Google.

Ali iniciou-se uma aliança profissional e pessoal, quando Tony resolveu usar a imagem de Tallis como mentor e palestrante de seus eventos. Principalmente, após Tallis revelar seu grande propósito: ajudar as pessoas a empreenderem e crescerem.

Com o crescimento da amizade entre os dois, muitas ideias foram trocadas, principalmente com o nascimento do Clube do Poker, que era acima de tudo, uma reunião entre empresários para discutir sobre negócios.

Após o acidente de Tallis, em que ele teve que ficar com a perna imobilizada, veio a ideia da criação do Gestão 4.0 – que passou a chamar-se G4 Educação. Os quatro, Tallis Gomes, Bruno Nardon, Alfredo Soares e Tony Celestino, começaram a criar em conjunto alguns modelos para o negócio, alinhando para que os três principais especialistas dessem uma aula e também a mentoria. Esse valor da mentoria nasceu do poker, e eles queriam levar para mais pessoas.

O produto foi lançado com sentimentos de incerteza. Nardon, Soares e Gomes preparavam o material para a aula, enquanto Tony operacionalizava  todo o resto (o logo, lading page, copy, sistema de pagamento e etc.). Para a grande surpresa de todos, foram mais de mil inscrições nas primeiras 24 horas.

Atualmente, com uma nova marca, mais de 20 turmas ao mês e funcionando com mais de 100 colaboradores, o G4 Educação tornou-se referência brasileira entre as escolas de negócios.

G4 Club:

O crescimento do G4 Educação foi exponencial. Dito isso, Tony e os empresários das próprias mentorias, sentiram grande necessidade em segmentar um pouco mais a área de educação. Assim nasceu a ideia do G4 Club, o clube de empresários que tem como objetivo, manter a grande troca criada nas mentorias.

Tony passou seu bastão de CEO do G4 Educação para Luccas Riedo, e hoje só participa das ações do Club, a empresa que é braço direito do G4 Educação. Com a mesma linha de funcionamento das imersões, a grande diferença é a qualidade da experiência. 

As reuniões do G4 Club acontecem em refinados hotéis, com jogos de tênis, churrasco, festas e claro, mentorias com grandes personalidades e professores de Harvard, Ivy League e MIT. Além do grande aprendizado, há uma socialização importante entre os empresários, a fim de trocar experiências e ideias.