Matriz CSD: o que é, como funciona e passo a passo para aplicar no seu projeto
Portal G4
>
Todas as Matérias
>
Matriz CSD: o que é, como funciona e passo a passo para aplicar no seu projeto

Matriz CSD: o que é, como funciona e passo a passo para aplicar no seu projeto

Por:
G4 Educação
Publicado em:
28/2/2024

Nenhum negócio começa com a certeza de que tudo vai dar certo. Em geral, dá para contar com alguns dados e informações (as certezas), uma série de hipóteses (suposições) que precisam ser provadas e muitas perguntas (dúvidas) que precisam ser respondidas. É dessa confluência de elementos que a Matriz CSD tira a sua força.

A Matriz CSD é uma ferramenta visual usada em projetos para simplificar o entendimento das informações. Isso é feito através da classificação para classificar as informações em três tipos:

  • Certezas
  • Suposições
  • Dúvidas

Ao fazer a categorização, é mais fácil entender qual o grau de certezas tem o projeto, quais são as melhores suposições e que dúvidas podem 

"Se um homem começar com certezas, terminará com dúvidas; mas se ele se contentar em começar com dúvidas, terminará com certezas."
Francis Bacon, ex-Chanceler do Reino Unido (1561-1626)

O que é Matriz CSD e como surgiu

A Matriz CSD é uma ferramenta valiosa para que os gerentes de projeto e líderes de negócios analisem e gerenciem sistematicamente as incertezas, aumentando assim as chances de sucesso do projeto e de atingir os objetivos estratégicos.

Ela ajuda a organizar pensamentos e considerações em três categorias distintas:

Certezas

Esses são os aspectos do projeto ou da decisão que são conhecidos com um alto nível de confiança. As certezas são baseadas em fatos, dados e informações confiáveis. Elas representam os elementos nos quais a equipe pode confiar sem incertezas significativas. Exemplos de certezas podem incluir a demanda do mercado por um produto, requisitos regulatórios ou capacidades técnicas de uma tecnologia que está sendo utilizada.

Suposições

As suposições são suposições feitas sobre fatores que não são totalmente conhecidos ou confirmados. São suposições ou hipóteses educadas que influenciam o projeto, mas estão sujeitas a alterações com base em informações ou análises adicionais. As suposições ajudam a reconhecer as áreas em que há algum nível de incerteza, mas em que a equipe fez suposições para avançar com o projeto. Essas suposições podem incluir suposições sobre o comportamento do cliente, ações da concorrência ou condições econômicas.

Dúvidas

As dúvidas representam as áreas de incerteza ou risco significativo no projeto ou no processo de tomada de decisão. São fatores que a equipe reconhece como possíveis obstáculos ou desafios, mas não tem clareza ou compreensão. As dúvidas podem surgir por vários motivos, como falta de dados, condições de mercado imprevisíveis ou complexidades técnicas. Identificar dúvidas é fundamental, pois permite que a equipe aborde proativamente os possíveis riscos e desenvolva estratégias de mitigação.

A Matriz CSD é um framework criado pela consultoria Livework e foi usada inicialmente para projetos de design de produto, abrangendo depois projetos de gestão de produto. A ideia é trazer insights para melhorar a experiência do usuário. 

Para que serve a Matriz CSD

A Matriz CSD simplifica o contexto e a compreensão de um projeto, classificando as informações em três tipos distintos: certezas, suposições e dúvidas.

A Matriz CSD é usada principalmente para planejamento estratégico, gerenciamento de projetos, avaliação de riscos e processos de tomada de decisões. Ela fornece uma estrutura estruturada para as equipes analisarem e priorizarem diferentes aspectos de um projeto ou empreendimento comercial com base no nível de certeza e incerteza associado a eles. Ao definir claramente as certezas, suposições e dúvidas, as equipes podem concentrar seus esforços em alavancar fatores conhecidos, validar suposições e gerenciar riscos de forma eficiente.

Em quais estágios do projeto aplicar a Matriz CSD

A Matriz CSD deve ser aplicada em vários estágios do ciclo de vida de um projeto, incluindo

Início do projeto

Use a Matriz CSD para avaliar a viabilidade do projeto e identificar as principais incertezas que precisam ser abordadas durante o planejamento e a execução.

Planejamento estratégico

Durante as sessões de planejamento estratégico, a Matriz CSD pode ajudar a identificar fatores críticos que influenciam o sucesso da estratégia e a priorizar ações com base no nível de certeza e incerteza associado a elas.

Gerenciamento de riscos

Incorpore a Matriz CSD ao processo de gerenciamento de riscos para identificar e priorizar os riscos com base em seu impacto e probabilidade. Isso permite que as equipes desenvolvam planos proativos de mitigação de riscos e aloquem recursos de forma eficaz.

Tomada de decisões

Ao tomar decisões comerciais importantes, use a Matriz CSD para avaliar diferentes opções e avaliar o nível de certeza e incerteza associado a cada opção. Isso ajuda a tomar decisões informadas e a minimizar o impacto das incertezas nos resultados.

Template da Matriz CSD que pode ser usado em reuniões (Crédito: G4 Educação)

Como usar a Matriz CSD

Embora seja possível uma pessoa preencher sozinha a matriz CSD, organizar um workshop ou reunião com outros colaboradores vai criar um ambiente colaborativo e trazer, por consequência, diferentes pontos de vista, hipóteses e perguntas que ajudarão a conduzir melhor o processo. É importante pensar que o objetivo da atividade não é chegar a um consenso, mas reunir e organizar informações de diversas perspectivas.

Antes de ir direto para a pesquisa ou para as soluções, considere o seguinte

  • Use uma matriz CSD para delinear e alinhar o ponto de vista de todos, tanto da equipe do projeto quanto da liderança e das partes interessadas.
  • Quando a equipe discordar de uma declaração ou informação, coloque-a como uma pergunta e adicione à coluna Dúvidas.

Consulte a matriz CSD para discutir, priorizar e planejar as atividades, acompanhar o progresso da pesquisa e esclarecer as dúvidas restantes usando prompts específicos para cada categoria de informação. Evite se apegar muito em detalhes ao delinear as certezas, suposições e dúvidas. Busque clareza e qualidade em vez de comunicar cada detalhe.

Quais perguntas usar na Matriz CSD?

Você pode usar a estrutura abaixo:

Certezas - Perguntas que podem ajudar

O que sabemos?

Como sabemos que sabemos isso?

De onde veio essa informação?

Qual é o grau de confiabilidade dos dados ou das informações?

O que faremos em seguida com essas informações?

Suposições - Perguntas que podem ajudar

Quais são as hipóteses que temos?

Por que elas são plausíveis?

Qual é o grau de confiança que temos nessas suposições?

De onde ou quando aprendemos essas informações?

Podemos testar essa suposição para ter certeza? Como?

Qual é a prioridade de testar essa suposição?

Dúvidas - Perguntas que podem ajudar

O que não sabemos?

O que precisamos aprender?

Com quem precisamos conversar?

Quais são os riscos?

Como preencher a Matriz CSD: passo a passo

Já dissemos anteriormente que uma pessoa sozinha pode preencher a Matriz CSD, mas qualquer projeto tem mais a ganhar se contar com perspectivas diferentes. Para que isso aconteça, basta reunir a equipe e conduzir o processo de olhar para Certezas, Suposições e Dúvidas. Cada um deve escrever o que vier à cabeça.

Todas as áreas podem ser preenchidas com informações (ou perguntas) sobre tudo o que diz respeito ao projeto. Elas podem ser sobre: o alvo, as motivações, os desejos, os objetos, os processos, os aspectos comerciais etc. 

#1 - Use um quadro para anotar Certezas, Suposições e Dúvidas

Para começar, use um quadro para criar as colunas de Certezas, Suposições e Dúvidas. Para anotar as ideias, pode-se usar post-its.

#2 - Comece pelas Certezas

É importante partir sempre dos fatos e dados disponíveis. O que parece ser a verdade absoluta, o time deve colocar na área de Certezas.

#3 - O que fazer quando surgirem opiniões diferentes

Quando há opiniões diferentes sobre o mesmo assunto, o post-it vai para a área de Suposições. Isso significa que mesmo que alguém considere algo como certo, deve ficar na coluna de Suposições até prova em contrário. Estipular essa regra evita que o time perca tempo com discussões demoradas, bem no início do processo. O trabalho poderá avançar e as pessoas vão se concentrar no que é realmente comprovado.

#4 - Não tenha medo de ter muitas Dúvidas

Para tudo o que não se sabe sobre o projeto, é só usar a coluna de Dúvidas. É comum que o volume de Dúvidas seja maior do que todo o resto nesse momento, mas isso também faz parte do processo. O time também terá consciência de que vai precisar comprovar muitas coisas e isso ajudará o trabalho a avançar.

#5 - Como agir se a equipe não estiver no mesmo espaço físico

A execução da Matriz CSD pode ser feita de forma remota e até assíncrona, se os membros da equipe estiverem em diferentes fusos horários. Nesse caso, é importante estipular um prazo para que as pessoas preencham a matriz e tragam considerações.

#6 - Use ferramentas digitais para agilizar o processo

Plataformas e ferramentas digitais como Miro, ClickUp, Trello e Figma podem ajudar não apenas na hora de preencher a Matriz CSD, mas também para mover as colocações entre as áreas de Certezas, Suposições e Dúvidas. É possível criar um novo quadro para fazer o exercício à distância e compartilhar o conhecimento com todos os membros da equipe. 

#7 - Garanta que todos têm visibilidade do processo

O mais importante é que o time tenha visibilidade dos fatos e dados (Certezas), entendimento sobre as hipóteses (Suposições) e o que o time coletivamente não sabe ainda (Dúvidas) do projeto. Após a criação da Matriz CSD, é possível decidir facilmente o que a equipe precisará fazer e definir onde e como obter cada tipo de informação que está faltando.

#8 - Revise a Matriz CSD à medida que o projeto avança

A Matriz CSD pode e deve ser usada durante todo o projeto, sendo constantemente revisada e atualizada até que as dúvidas do time desapareçam. No processo, a busca é aumentar as Certezas, comprovar Suposições e eliminar Dúvidas. 

Matriz CSD: como vários setores aplicam o framework

A Matrix CSD é uma ferramenta versátil que pode ser aplicada em vários setores e funções de negócios. Sua principal utilidade está na promoção do pensamento estruturado, facilitando a avaliação de riscos e orientando os processos de tomada de decisão. Ao delinear claramente as certezas, suposições e dúvidas, as equipes podem priorizar esforços, alocar recursos de forma eficaz e desenvolver estratégias que sejam robustas e adaptáveis às circunstâncias em constante mudança.

Empresas de diversos setores utilizam o Matrix CSD para aprimorar seu planejamento estratégico, iniciativas de inovação e gerenciamento de projetos. Os exemplos incluem:

Empresas de tecnologia

As empresas de tecnologia geralmente empregam a Matriz CSD para avaliar as oportunidades de mercado para novos produtos ou tecnologias. Ao identificar certezas (por exemplo, a demanda do mercado por um determinado recurso), suposições (por exemplo, a taxa de adoção entre os grupos demográficos que a empresa quer alcançar) e dúvidas (por exemplo, respostas da concorrência), elas podem refinar o desenvolvimento de seus produtos e as estratégias de entrada no mercado.

De modo geral, a Matriz CSD serve como uma ferramenta para aprimorar os processos de tomada de decisão, promover a inovação e impulsionar o sucesso organizacional em uma ampla gama de setores e contextos.

Empresas de manufatura

As empresas de manufatura utilizam o Matrix CSD para avaliar os riscos e as oportunidades da cadeia de suprimentos. Elas identificam certezas, como custos de matéria-prima, suposições, como previsões de demanda do mercado, e dúvidas, como riscos geopolíticos ou mudanças regulatórias, para otimizar seus processos de produção e mitigar possíveis interrupções.

Empresas de consultoria

As empresas de consultoria utilizam o Matrix CSD para estruturar os compromissos com os clientes e as recomendações estratégicas. Ao categorizar as certezas, suposições e dúvidas relacionadas ao ambiente de negócios ou aos desafios de um cliente, os consultores podem desenvolver soluções personalizadas que abordem as principais incertezas e proporcionem o máximo de valor.

Instituições financeiras

Bancos e instituições financeiras usam o Matrix CSD para avaliar oportunidades de investimento e gerenciar riscos em seus portfólios. Por meio da análise de certezas (por exemplo, tendências macroeconômicas), suposições (por exemplo, projeções de crescimento do setor) e dúvidas (por exemplo, mudanças regulatórias), eles otimizam as estratégias de alocação de ativos e aumentam seus retornos ajustados ao risco.

Matérias relacionadas
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Algum termo te deixou com dúvidas?
Saiba o que significa no nosso glossário do empresário.
Acessar agora