Significado de OKR

O método OKR foi desenvolvido inicialmente na Intel e conquistou muitas empresas do segmento tecnológico, como o Google, que adotou a técnica ainda na década de 1990 e a usa até hoje.

O OKR é uma das formas de fazer com que a empresa alcance resultados com clareza e objetividade.

O que significa OKR?


OKR é a sigla para Objective and Key Results que pode ser traduzido como Objetivo e Resultados-Chave.

De forma objetiva, a metodologia define os principais objetivos de uma empresa. Cada objetivo deve deixar claro o que será buscado e além disso, manter o “squad” engajado para a missão.

Os Key Results são uma espécie de bússola que determina o quanto a empresa está próxima aos objetivos definidos.

Leia também: OKR: O que é, Metodologia, Exemplos, Conceitos e Livros

O OKR trata-se de um método que visa simplificar a definição de objetivos corporativos e oferece clareza para saber se ele foi alcançado ou não.

Dois componentes básicos são o que fazem a fórmula funcionar:

  • objetivos: consiste na descrição breve, mas inspiradora, do que deve ser alcançado pelo time, que deve se sentir motivado e desafiado pela proposta;
  • resultados-chave: entre 2 e 5 resultados, com definição clara da métrica que permite a mensuração do progresso e confirmação de quando ele for alcançado;

Uma forma de entender o que é OKR é considerar a fórmula de definição de metas de John Doerr, executivo que era da Intel e introduziu o método no Google:

Eu vou (objetivo) medido por (resultados-chave).

É justamente a simplicidade do modelo que garante os diversos benefícios da técnica, como transparência, objetividade, clareza e agilidade.

Qual a diferença entre OKR e KPI?

Logo ao conhecer o método OKR é comum confundi-lo ou associá-lo aos KPIs – Key Performance Indicators ou Indicadores-Chave de Desempenho.

Uma forma de distingui-los é pensar no OKR como uma metodologia que visa levar à empresa de um ponto a outro.

Os KPIs, entretanto, são indicadores que contribuem no monitoramento de uma estratégia em andamento.

Um KPI pode ser usado, por exemplo, como métrica para monitoramento do objetivo estipulado, funcionando como um resultado-chave. 

Vamos explicar melhor: se o objetivo é enriquecer a experiência do cliente, uma forma de medir isso é por meio do Net Promoter Score (NPS) que, de acordo com as metas do negócio, pode ser visto como uma KPI. 

Mas o resultado-chave deve ser mais específico, indicando não apenas qual a métrica que será acompanhada, mas qual o valor específico que se deseja alcançar, por exemplo, uma porcentagem de aprovação superior a 70% no NPS.

Confira abaixo de forma visual o que é um KPI:

Como fazer um OKR?

Uma das características do OKR é poder ser revisado com periodicidade menor, como a cada trimestre, estabelecendo metas condizentes com esse período.

Quando falamos dos objetivos do método OKR a ideia é que ele seja curto, fácil e simples. Uma frase direta, como: encantar o cliente, aumentar as vendas, lançar um produto, reformular o site etc.

Também é importante que os objetivos estejam associados aos valores, visão e missão da companhia, ajudando a alcançar objetivos de maior prazo. Além disso, eles devem ajudar na inspiração da equipe que o vê como desafiador, mas alcançável. 

Já no que se refere aos resultados-chave é importante definir com clareza quais serão as métricas usadas para visualizá-los e estabelecer, no máximo, 5 resultados associados a um objetivo.

Exemplos de OKR

Vamos ver como isso vai funcionar na prática? Confira três exemplos a seguir.

Exemplo 1 – Eu vou reduzir a taxa de churn medido por churn rate menor que 5% por 6 meses consecutivos, cadastro de 60% dos clientes atuais no programa de fidelidade e treinamento de 100% dos atendentes em 3 meses.

Exemplo 2 – Eu vou fidelizar meus clientes medido por dobrar a taxa de recompra no período de 12 meses, fazer pesquisa de satisfação com, pelo menos, 50% da minha base e aumentar o NPS de 40% para 60% em seis meses. 

Exemplo 3 – Eu vou lançar o site novo medido por contratar uma agência especializada em até um mês, definir o layout final do novo site em até dois meses, desenvolver o novo conteúdo em até três meses e fazer a migração em até cinco meses. 

Portanto, o método OKR pode ser usado em diferentes contextos empresariais para alavancar desde objetivos mais focados nos resultados do negócio, até aqueles mais associados às demandas operacionais.

Saiba mais: outros termos que você precisa conhecer.

Compartilhe esse conteúdo:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

No G4 Educação nossa missão é ajudar gestores e líderes de negócios a inovarem e gerarem mais resultados.

Se você quer aprender com alguns dos melhores empreendedores do país, preencha o formulário e receba nossos conteúdos gratuitos.

Descubra como você pode se tornar um Gestor 4.0

Confira mais conteúdos do G4 no Instagram

O que é KPI e como medir os indicadores KPI?