Significado de IPO

O que significa IPO

A sigla IPO significa Initial Public Offering, em inglês, e é traduzida como oferta pública inicial, que consiste na abertura de capital de uma empresa privada na bolsa de valores.

A partir do IPO, em vez de a propriedade da empresa se restringir a um grupo fechado de pessoas, ela passa a ser classificada como Sociedade Anônima de capital aberto, com ações sendo negociadas por sócios anônimos.

Um IPO permite que uma empresa levante dinheiro de investidores públicos.

Como funciona o IPO?

Antes do IPO, a empresa era considerada privada. Como uma empresa privada pré-IPO, o número de acionistas para o crescimento dos negócios é relativamente pequeno, incluindo investidores iniciais, como fundadores, familiares, conhecidos, e investidores profissionais, como capitalistas de risco ou investidores-anjo.

Um IPO é um grande passo para uma empresa porque permite que a empresa acesse muito capital. Isso dá à empresa maior capacidade de crescer e expandir. Maior transparência e credibilidade das listagens de ações também podem ajudá-lo a obter melhores condições ao procurar empréstimos de fundos.

Para fazer o IPO, a empresa deve se preparar para se enquadrar nas exigências legais e regulatórias dos órgãos institucionais. Algumas das principais etapas que antecedem o IPO incluem:

  • planejamento estratégico e auditoria;
  • roadshow, que consiste na apresentação da empresa para o mercado;
  • registro e listagem, para atender demandas burocráticas;
  • prospecto, que consiste no documento que fornece as informações operacionais para que os investidores possam decidir sobre o investimento;
  • período de reserva e bookbuilding, para que os investidores possam indicar o quanto de ações gostariam de adquirir quando as negociações forem iniciadas;
  • dia D, que é o dia no qual o IPO é efetivado, iniciando as negociações das ações da empresa na bolsa de valores.

Todo esse processo costuma durar entre 8 e 36 meses, de acordo com consultorias especializadas. 

Por que uma empresa faz IPO?

Em geral, as empresas fazem IPO para ampliar seu capital a partir dos novos investimentos, uma vez que com a receita aumentada é possível expandir os negócios.

Além do capital, o IPO também oferece liquidez, de forma que os sócios podem vender suas ações transformando papeis em dinheiro.

Por fim, ao abrir o capital, a empresa se compromete com níveis maiores de transparência nas suas operações, o que influencia a imagem frente ao mercado.

Quais são os exemplos de IPO?

Qualquer empresa S/A pode abrir capital por meio do IPO, mas trata-se de um processo demorado e custoso que demanda não apenas cumprimento de exigências legais, mas também uma mudança na mentalidade gerencial, uma vez que as decisões passam a ser influenciadas pelo conselho administrativo e grupos de investidores.

Um dos exemplos de IPO mais comentados nos últimos tempos foi do Nubank, que fez diversas inovações para capitalizar sua abertura de capital.

Uma das inovações da marca foi convidar a cantora Anitta para ser a “cara” da campanha, mas não pagando cachê e sim transformando a artista em acionista.

Outra diferença foi a oferta de uma ação para cada cliente do banco antes da abertura do IPO, no período de reserva e bookbuilding, transformando muitos deles em acionistas do banco.

Quais as vantagens de investir em IPO?

O investimento em IPO pode ser interessante tanto para investidores que visam lucros de longo prazo quanto para aqueles que almejam resultados mais imediatos.

Apesar de poder sim ser um investimento vantajoso, a dica é acompanhar a avaliação de especialistas em mercado, pois quando uma empresa abre capital é comum que haja poucas informações disponíveis sobre seu desempenho de longo prazo, o que aumenta os riscos.

Ainda assim, o IPO pode ser benéfico, pois permite que os investidores adquiram ações de grandes empresas em alguns casos, democratizando o mercado.

Portanto, é importante ponderar as vantagens do IPO e entender melhor esse processo e as características da empresa antes de se tornar um investidor.

Sendo assim, a transição de uma empresa privada para uma empresa pública pode ser um momento importante para os investidores privados realizarem plenamente o retorno de seu investimento, pois muitas vezes inclui um prêmio sobre as ações dos investidores privados existentes. Ao mesmo tempo, também permite que investidores públicos participem da oferta.

Saiba mais: outros termos que você precisa conhecer.

Compartilhe esse conteúdo:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

No G4 Educação nossa missão é ajudar gestores e líderes de negócios a inovarem e gerarem mais resultados.

Se você quer aprender com alguns dos melhores empreendedores do país, preencha o formulário e receba nossos conteúdos gratuitos.

Descubra como você pode se tornar um Gestor 4.0

Confira mais conteúdos do G4 no Instagram