Ri Happy quer vender mais para adultos e relança brinquedos emblemáticos

Vestidos que imitam roupas de bonecas. Brinquedos para montar espaçonaves. Lanches com direito a brinquedinho.  Nenhuma dessas iniciativas da Mattel, Lego e McDonald’s é voltada para crianças.

Empresas estão de olho no segmento “kidult”

Os adultos – que por nostalgia ou apenas porque podem – gastam dinheiro com brinquedos.

No Brasil, a Ri Happy quer explorar esse filão com o lançamento de uma linha exclusiva com a Estrela.

São 10 brinquedos que fizeram muito sucesso entre os anos 1970 e 1990.

Estrela mantinha praticamente 80% do mercado de brinquedos no país.

Os moldes estavam guardados no arquivo da companhia, prontos para serem “reimpressos.

Fique por dentro do que está acontecendo no mundo dos negócios de forma rápida, descontraída e gratuita. Assine grátis o G4 NEWS

Os brinquedos que ganharam uma “segunda chance” são:

Boneca Rockita, o boneco Falcon Turbocóptero, o cachorrinho Snif, o Aquaplay, Brincando de Motorista, Kit Frio, a boneca Lala e seu cachorrinho Lua, o jogo Segure se Puder, o avião Vertiplano e o Vira Vira Helicóptero.

Os brinquedos retrôs estarão disponíveis dentro das lojas da Ri Happy 

Para 2023, o plano é criar “lojas dentro de lojas” (store in store), para agrupar brinquedos para os adultos.

Ri Happy espera movimentar R$ 2,1 bilhões em brinquedos para adultos.

Somente em 2022, as compras dos “kidults” devem ultrapassar os R$ 500 milhões.

Vendas de brinquedos para adultos representaram 12% do faturamento da empresa em 2021.

Os favoritos dos “kidults” até agora: Banco Imobiliário, carrinhos Hot Wheels e kit Lego.

De acordo com Ronaldo Pereira Junior, CEO da Ri Happy:

A previsão é que a receita de brinquedos para adultos salte para 25% da receita total da empresa até o final do próximo ano.

Ficou inspirado? Não pare por aqui.

Receba esse e os melhores conteúdos diretamente no seu e-mail. Se inscreva no G4 NEWS

06/10/2022