Artigos, Conteúdos em Destaque

State of Mobile 2023: estudo mostra tendências do mercado de apps e comportamento dos usuários


State of Mobile 2023

O relatório State of Mobile 2023 traz uma análise dos principais dados e tendências do mercado de dispositivos móveis no mundo, dando a desenvolvedores e empresas uma poderosa fonte de informações sobre o comportamento dos usuários e as últimas tecnologias emergentes.

Aplicativos móveis, ou apps, são programas desenvolvidos para uso em dispositivos sem fio, como smartphones e tablets, que oferecem uma variedade de funcionalidades para os seus usuários, desde jogos até serviços de mensagens e navegação.

De acordo com levantamento da empresa Statista, a receita total no mercado de aplicativos está projetada para atingir US$ 614,40 bilhões até 2026 com uma taxa de crescimento anual (CAGR 2022-2026) de 7,77%.

Gráfico mostrando a receita global do mercado de apps por tipo de 2017 a 2026.
(Na imagem: receita global do mercado de apps por tipo)
(Créditos: Statista)

Este crescimento exponencial tem sido impulsionado, principalmente, pelo aumento do uso de dispositivos móveis e pela incorporação de novos recursos que contribuem com uma variedade de tarefas do dia a dia, desde jogos e entretenimento a ferramentas de gerenciamento de tempo e produtividade.

Além disso, a inteligência artificial e o aprendizado de máquina (tendência que vão puxar 2023) estão levando essa indústria a alcançar seus clientes de maneira mais direta e personalizada, através da coleta de dados valiosos – tais como informações demográficas e como o consumidor vai se comportar – para aprimorar suas estratégias de marketing e vendas.

Em resumo, observar como essas movimentações estão acontecendo e como o customer experience tem sido cada vez mais assertivo nesse segmento pode ser crucial para donos de empresas, executivos, líderes, gestores e afins planejarem as suas iniciativas e estratégias de negócio, já que o Brasil é um dos principais players desse mercado.

Destaques da pesquisa State of Mobile 2023

O estudo State of Mobile organizado pela Data.ai utiliza 100 milhões de pontos de dados para análise do cenário móvel em mais de 30 países e traz indicadores, como: receita, downloads, tempo gasto, fatores macroeconômicos, engajamento e muito mais.

Os resultados da pesquisa deste ano revelam que os smartphones continuam sendo o dispositivo móvel preferido dos usuários, com um tempo diário gasto por pessoa de mais de 5 horas (um aumento de 3% em relação ao período anterior). Isso significa, aproximadamente, 1/3 do tempo que passamos acordados.

Além disso, enquanto globalmente os gastos do consumidor caíram em 2022 em -2%, no mercado brasileiro a tendência é outra, com uma alta de +22% que contraria esse movimento e resiste aos ventos contrários da recessão.

Outra tendência importante é o aumento da parcela de publicidade, podendo alcançar $362 bilhões em 2023. A expectativa é que esses gastos ajudem a minimizar a redução do budget com marketing diante de orçamentos mais restritos impostos pela instabilidade da economia. Já em relação ao faturamento obtido:

  • 1419 aplicativos e jogos geraram mais de US$ 10 milhões de dólares anualmente em 2022;
  • 224 ultrapassaram US$ 100 milhões;
  • e 10 ultrapassaram US$ 1 bilhão anualmente.
Infográfico mostrando o comparativo entre o faturamento de aplicativos e games de 2012 a 2022.
(Na imagem: comparativo apps x games)
(Créditos: Data.ai)

Por outro lado, o universo dos dados móveis tem revelado uma oportunidade única para alcançar a Geração Z. Esse público está cada vez mais comprometido com vídeos, conteúdos gerado pelo usuário e aplicativos mindfulness.

Não é a toa que o TikTok se tornou o 2º aplicativo de todos os tempos, que não é de jogo, a ultrapassar a marca de US$ 6 bilhões em gastos do consumidor de todos os tempos – apenas o Tinder tem gastos mais altos até o momento.

A pesquisa mostra, inclusive, que embora aplicativos de negociação de criptomoedas tenham sofrido
uma desaceleração notável ano ano passado, a adoção de aplicativos como Mobile Banking, Digital Wallets & Payment e Personal Loans obteve um rápido crescimento.

Já no varejo, personalização, experiência otimizada e checkout sem atrito são a base da experiência omnichannel. Na liderança das compras via app estão os mercados emergentes, Índia e Indonésia, bem como países da América Latina, incluindo Brasil, México e Argentina.

Com os gigantes da tecnologia diversificando seus modelos de negócios para se tornarem um “balcão único” de ofertas, o conceito de super-app se torna cada vez mais necessário.

O tempo do consumidor e as transações em aplicativos continuam a sobrecarregar diferentes setores – de jogos a varejo, a alimentos/caronas e agora Finanças, Fintech e Edutech. É cada vez mais crítico para as marcas investir proativamente no desenvolvimento de insights robustos baseados em aplicativos e recursos de aplicativos para aproveitar ao máximo o aumento na atenção e no tempo do usuário.

Neel Murty – Diretor de aplicativos e exibição, SEA Google

Tendências do mercado de apps por categoria

Como visto acima, é imprescindível estar ciente das tendências do mercado de apps por categoria para entender melhor como os usuários estão interagindo com essas ferramentas.

#1 – Jogos

Os jogos também continuam a ser uma categoria popular de aplicativos. Mesmo a receita do setor tendo se retraído (-5%), seus gráficos estão cada vez mais sofisticados e atraindo um público maior, com os downloads aumentando para quase 90 bilhões.

Aplicativos de RPG (roleplaying game), como MMORPG, Team Battle e Idle RPG são exemplos de jogos notórios e com um expressivo market share nesses dispositivos.

(Na imagem: jogos de destaque em relação aos gastos do consumidor)
(Créditos: Data.ai)

#2 – Finanças

No setor financeiro, a busca por apps de empréstimos pessoais aumentaram ao mesmo passo em que o comércio de criptomoedas e os aplicativos de investimento despencaram.

Dada a alta barreira à entrada de fintechs em territórios específicos, devido à necessidade de adequação às regras e regulamentos específicos de cada país, o seu avanço continuou bastante localizada em China, Japão e Coreia do Sul.

No entanto, mesmo a base de usuários das instituições tradicionais ainda possuindo uma base de usuários mais robusta,

“O tempo médio mensal gasto por usuário para os principais neobancos (organizações bancárias 100% digitais) ficou atrás dos bancos tradicionais por apenas 4 minutos em 2022″.

State of Mobile 2023

#3 – Varejo

O Brasil segue sendo um dos principais mercados de crescimento do varejo online, porém com o fim do isolamento social e a alta inflação perseguindo a economia, o poder de compra caiu e os aplicativos móveis passaram a se tornar um recursos essencial na vida daqueles que procuram formas de economizar o seu dinheiro.

Nesse sentido, os downloads de apps que oferecem cupons e recompensas aumentaram 27% em relação
ao ano anterior.

De acordo com o relatório, é fundamental proteger suas próprias palavras-chave para alavancar o faturamento nesse setor, especialmente se você faz parte da indústria de construção civil. Entre as 15 principais keywords relacionadas a compras pelo volume de pesquisa do iPhone nos EUA, quase metade são para varejistas de tijolo e argamassa.

Infográfico com os rankings dos seguintes mercados do varejo em 2022: global, EUA, Canada, México e Brasil.
(Na imagem: 2022 rankings por mercado)
(Créditos: Data.ai)

#4 – Streaming de vídeo

No streaming de vídeo, o TikTok se consolidou, definitivamente, como um dos espaços preferidos do público jovem, especialmente com seus lançamentos de conteúdo exclusivo.

O aplicativo tem marcas expressivas se comparado a outras plataformas de entretenimento, inclusive, nos últimos 10 anos, obteve mais do que o dobro de downloads do aplicativo mais próximo, o YouTube.

Além disso, outro grande insight observado vem do cenário desporitvo. A Copa do Mundo de Futebol e outros torneios mostraram que a cobertura de eventos como esses, embora cara, é uma maneira altamente eficaz de conquistar novos usuários a seus serviços.

#5 – Social

O tempo total gasto em aplicativos sociais aumentou 17%, ultrapassando 2 trilhões de horas em telefones Android em 2022.

Nos Estados Unidos, o BeReal estourou como a sensação de 2022, com uma experiência mais autêntica e
menos organizada
. E o país ultrapassou o Japão (2020) e a China (2021) como maior mercado de gastos do consumidor em apps de social media.

Outro importante destaque se deu pela possibilidade de remunerar criadores de conteúdo através de “gorjetas”, abrindo novos caminhos de monetização para essa indústria fora da publicidade.

#6 – Comida e Bebida

A conveniência, conforto e praticidade do delivery se tornou um caminho sem volta, após a pandemia de Covid-19. Globalmente, as sessões aumentaram 10% em relação ao ano anterior em 2022.

À título exemplificativo, temos o McDonald’s que soube se aproveitar do momento para fidelizar os seus clientes, trazendo novas funcionalidades para o seu aplicativo e oferecendo recompensas maiores para os seus usuários mais frequentes.

#7 – Viagem

No setor de viagens, as mudanças variaram significativamente de país para país, mas, no geral, as companhias aéreas voltaram com força total.

Em 2022, cada um dos cinco principais subgêneros do segmento superou seus totais de 2019, revelando um mercado mais saudável após anos difíceis.

Gráfico com os principais aplicativos de companhias aéreas e seu crescimento anual de downloads.
(Na imagem: principais aplicativos de companhias aéreas e seu crescimento anual de downloads – indexado para 2019)
(Créditos: Data.ai)

#8 – Saúde

Mais da metade dos gastos dos consumidores de saúde e fitness vêm dos EUA e os três principais aplicativos da categoria são MyFitnessPal, Fitbit e Calm.

Dessa forma, o grande desafio para os profissionais do setor de Health & Fitness continua sendo gerar
receita fora do território norte-americano.

#9 – Esportes

Os principais eventos esportivos geraram picos de download em 2022. DAZN e ESPN foram destaques em termos de gastos do consumidor, ganhando mais do que o restante dos 10 principais
aplicativos esportivos juntos.

Além disso, o mercado de apostas esportivas continua a se expandir, especialmente nos EUA, atingindo o pico no início das temporadas da NFL e no Super Bowl. Os apps dessa categoria superindexam para um público masculino na faixa etária de 25 a 44 anos.

#10 – Outras indústrias

Em linhas gerais, o trabalho híbrido prevalece, com os downloads de aplicativos de comunicação
empresarial
crescendo 33% em 2022, e o WhatsApp Business registrando um boom de 67%
em relação ao ano anterior.

Gráfico com os downloads anuais de subgêneros de aplicativos de negócios, de 2012 a 2022.
(Na imagem: downloads anuais de subgêneros de aplicativos de negócios)
(Créditos: Data.ai)

De igual modo, o tempo gasto em aplicativos de educação profissional obteve um salto de 15%.

Dito isso, outra indústria que também cresceu e aumentou 12% YoY (year over year) em 2022 e 91% YoY em comparação com os gastos pré-pandemia foi a dos aplicativos de namoro. Os mercados com maior crescimento anual em 2022 incluem: Canadá (+46%), México (+47%), Índia (+54%) e Reino Unido (+33%).

Dados do uso de apps dos brasileiros ajudam a entender seus comportamentos na internet

Sem dúvidas, é extremamente importante para os negócios entender melhor o que os usuários estão procurando e como eles estão interagindo com a internet.

Nesse sentido, os dados de uso desses aplicativos podem ser utilizados de maneira estratégica para personalizar a experiência dos usuários e fornecer conteúdo e serviços mais relevantes.

Por exemplo, os dados de localização podem ser usados para mostrar anúncios de lojas e serviços próximos, enquanto os dados de navegação podem ser usados para recomendar conteúdo e produtos relacionados.

Importante ressaltar que isso pode ser usado não só por empresas que atuam com tecnologia, mas por companhias que buscam uma vantagem competitiva para atuar em um cenário cada vez mais hostil.

Assim, resumidamente, os pontos-chave dessa pesquisa incluem aprendizados práticos para gestores tomarem decisões mais data-driven para a sua organização, como:

  • O brasileiro está cada vez mais conectado: esteja presente nos aplicativos mais populares. Invista em apps que são amplamente utilizados pelos brasileiros, como o WhatsApp e o Instagram e, se possível, considere a criação de aplicativos próprios para seus negócios, a fim de aumentar a presença online e melhorar a comunicação com os clientes.
  • Esteja ciente das tendências de uso de aplicativos e acompanhe as mudanças no comportamento dos consumidores. Por exemplo, as plataformas de streaming de vídeo têm as palavras-chave mais pesquisadas na App Store para iOS, o que evidencia as principais áreas de interesse buscadas e realizadas por esse público.
  • Há uma confiança cada vez maior dos consumidores em realizar compras online: aplicativos de compras, como Shein, O Boticário e C&A Pay, conquistam cada vez mais a atenção do brasileiro. Isso pode ser visto pelo aumento no número de downloads e nos gastos realizados nessas plataformas.
  • Serviços de delivery de comida começaram a cair ligeiramente no Brasil em 2022, mas Ifood, McDonald’s e Zé Delivery ainda lideram a categoria.
  • No quesito aplicativos de redes sociais, Instagram, TikTok, WhatsApp, Facebook e Kwai seguem na preferência dos usuários. Já para namoro e relacionamentos, Tinder se destaca.

Sem dúvidas, com a maioria dos brasileiros possuindo smartphones, ficou mais fácil e conveniente acessar aplicativos móveis, em vez de usar computadores ou laptops.

Por outro lado, é importante lembrar que esses dados devem ser usados ​​em conjunto com outras fontes de informação, como pesquisas de mercado e feedback dos clientes, para obter uma visão completa dos comportamentos do seu consumidor específico.

Como gestor, é seu papel estar atento às questões éticas e de privacidade ao coletar e usar esses dados, garantindo que as informações obtidas estejam de acordo com as leis e regulamentos locais.

Assim, será possível utilizá-los para tomar decisões informadas, aumentar a sua presença online e melhorar a comunicação.

Como visto, o State of Mobile 2023 pode ajudar a encontrar as alavancas de crescimento certas para o seu negócio.

No entanto, se você quer aproveitar para acelerar o crescimento da sua companhia em 2023 e implementar uma mentalidade de growth hacking em toda a sua equipe, conheça também o Imersão G4 Growth e acesse as estratégias aplicadas pelas maiores empresas do mundo potencializar os seus resultados.

New call-to-action

Glossário do Empreendedor

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W Y X Z