Conteúdos em Destaque

Spotify Camp Nou: streaming fecha acordo multimilionário com o FC Barcelona

Dois gigantes do esporte e do entretenimento se unem em uma parceria multimilionária e de longo prazo que inclui, além de outros acordos, a inédita mudança de nome do estádio do Barcelona para Spotify Camp Nou.

Espalhado pelos quatro cantos do planeta, não é nenhum segredo que o futebol é a maior paixão esportiva mundial. Um amor que envolve todos os continentes, diferentes culturas em regiões distintas. Por isso, o novo “Spotify Camp Nou” promete elevar o Spotify a um novo patamar.

São milhões de torcedores que manifestam a sua paixão não só durante a Copa do Mundo, de quatro em quatro anos, mas também no dia a dia do esporte. Pessoas que fazem de tudo pra ver o seu time de perto, adquirindo produtos e serviços do seu clube do coração.

Também movimentando milhões de pessoas mundialmente, o estudo de caso Spotify mostra como a empresa, de origem sueca, reativou o mercado de música através da sua plataforma online de streaming. Um mercado que vinha sofrendo drásticas quedas com a pirataria e a violação de direitos autorais.

Com o foco na experiência do cliente e implantando melhorias contínuas, a empresa que presta serviços de assinatura musical, incluindo atualmente podcasts, obteve uma ascensão surpreendente. 

Estima-se que a startup tenha atingido uma capitalização de mercado superior a US$50 bilhões, representando mais de 60% da receita da indústria fonográfica, com 14,4 bilhões de dólares em vendas no ano de 2020.

Em 2021, ela movimentou o mercado da indústria digital registrando 406 milhões de usuários ativos, com um catálogo de mais de 50 milhões de músicas, entretendo pessoas em 79 países. 

E, mesmo com o seu fundador, Daniel Ek, acumulando uma fortuna de mais de 4,4 bilhões de dólares, a empresa ainda quis ampliar o seu negócio e levar o seu brand awareness a um outro patamar. 

Através de um acordo histórico e único, até então, a Spotify se tornou a principal patrocinadora do FC Barcelona, se unindo em uma parceria de longo prazo, envolvendo milhões, e que segundo a empresa levará a uma conexão entre fãs, jogadores e artistas, enfim, entre futebol e música.

O que consta no acordo entre Spotify e FC Barcelona

Divulgado no dia 15 de março de 2022, a aliança entre Spotify e Barcelona entra em vigor a partir do próximo semestre, em 01 de julho de 2022, e seguirá pelos próximos quatro anos.

O contrato, estipulado em 280 milhões de euros (320 milhões de dólares ou mais de 1 bilhão e meio de reais, pela cotação de 23/03/2022), inclui não só os naming rights do Camp Nou, mas também o nome da plataforma de streaming musical nos uniformes dos times de futebol feminino e masculino.

Dessa forma, ficou acordado que:

  1. O estádio passará a se chamar Spotify Camp Nou;
  2. A começar da temporada 2022/2023, seguida das 4 próximas,  na frente das camisas do time estará estampada a marca e;
  3. A começar em 2022/2023, só que seguido das 3 temporadas seguintes, a Spotify patrocinará também as camisas de treino do clube.  

Especialmente ao receber os naming rights do Camp Nou, o Spotify realiza um movimento inovador, único e com impacto mundial. É a primeira vez que o estádio de futebol da Catalunha receberá em seu nome a marca de uma empresa.

(Na imagem: o novo estádio do Barcelona)
(Crédito: Spotify.com)

Com esse acordo, a companhia se torna a principal parceira do FC Barcelona e, através de uma reformulação e modernização do estádio, como parte inclusive do projeto Espai Barça, as instalações e o ambiente do clube serão transformados em um espaço mundial, que unirá música e futebol, com entretenimento aberto a todos da cidade.

Nas palavras do presidente do clube, Joan Laporta:

“Estamos muito orgulhosos de anunciar uma aliança pioneira como esta com uma organização de renome mundial como o Spotify. Esta parceria vai nos permitir continuar a aproximar o clube dos seus torcedores e fazê-los sentir-se, ainda mais, parte da família Barça através de experiências únicas, combinando duas atividades como o entretenimento e o futebol, permitindo-nos conectar com novas audiências em todo o mundo”.

(Na imagem: Joan Laporta)
(Crédito: futenews)

Contudo, vale salientar que esse acordo ainda passará pela ratificação da Assembléia Extraordinária de Delegados do clube, a ser realizada no próximo dia 03 de abril. Somente após a realização da votação, que acontecerá de maneira eletrônica, é que os detalhes da parceria serão oficialmente divulgados ao público.

Os benefícios e as expectativas da parceria Spotify – FC Barcelona 

De acordo com a nota publicada pelo próprio Barcelona, o clube trabalhará em conjunto com a Spotify para conquistar os seguinte objetivos:

  1. Criar oportunidades que possam celebrar os artistas de todo o mundo;
  2. Utilizar os investimentos para promover os artistas;
  3. Conectar jogadores e artistas aos seus fãs e
  4. Promover os talentos de agora e de futuras gerações.

Dessa forma, o Spotify Camp Nou Stadium será o palco global para que toda essa mágica aconteça. E, segundo Alex Norström, Chief Freemium de negócios da Spotify: 

“Não poderíamos estar mais felizes e entusiasmados em sermos parceiros do FC Barcelona para unir o mundo da música e do futebol. A partir de julho, nossa colaboração irá oferecer um palco global para artistas, jogadores e fãs no recém nomeado Spotify Camp Nou. Nós sempre usamos nossos investimentos em marketing para amplificar artistas e essa parceria levará essa metodologia a uma nova escala. Estamos animados para criar novas oportunidades para nos conectar a base de fãs do FC Barcelona pelo mundo. A missão da Spotify é desbloquear o potencial de criatividade humana, apoiando artistas para que possam viver da sua arte e conectando-os aos fãs. Acreditamos que essa parceria criará muitas oportunidades para entregar essa missão de uma maneira única, com imaginação e impacto.”

(Na imagem: Alex Norström)
(Crédito: Spotify)

Mas, por que o FC Barcelona?

Uma pesquisa realizada pela Sports Value detectou que o futebol movimenta um mercado de mais de 300 bilhões de dólares por ano (mais de 1 trilhão e meio de reais), no qual os clubes europeus são os mais ricos e com os melhores jogadores.

Não é por menos que os clubes da Europa têm conquistado cada vez mais torcedores em outros continentes. Ainda, segundo dados da pesquisa acima mencionada, no Brasil, por exemplo, 70% das pessoas que gostam de futebol, torcem também por um time europeu.

De acordo com a lista dos 10 clubes com maior valor de mercado do mundo, trazida pela Forbes em 2021, todos eles estão na Europa. E como podemos observar na imagem, o FC Barcelona ocupa a primeira colocação. 

(Na imagem: os 10 clubes de futebol com maior valor de mercado)
(Crédito: Forbes)

Isso está claramente refletido nas redes sociais. O Barcelona possui mais de 400 milhões de fãs nas mídias digitais, mais do que todos os times do Brasil e da América Latina juntos. Na temporada 2016/2017, por exemplo, o Barcelona conquistou o título de clube que mais vendeu camisas pelo mundo, chegando a marca de 3,637 milhões.

No entanto, recentemente o time vinha passando por uma crise financeira, com uma dívida de 1,35 bilhão de euros (1,5 bilhão de dólares), fortemente aprofundada pela pandemia e pela perda do seu maior craque da história: Lionel Messi. 

Com perda de receitas, como é o caso dos 26 mil sócios torcedores que não renovaram para a temporada 2021/2022, o clube perdeu em torno de 40 milhões de euros (mais de 200 milhões de reais) e reduziu para 1.34 milhão o número de camisas vendidas no ano passado. 

Visando uma solução e com o término do contrato com a japonesa Rakuten, já no final dessa temporada, iniciaram-se as negociações com a líder mundial do streaming de áudio.

De uma lado, o FC Barcelona precisando de recursos financeiros e de um novo patrocinador e, do outro lado, a Spotify, querendo fazer uso de toda a legião de fãs do clube espalhada pelo mundo.

De maneira bem específica, a Spotify ainda identificou que grande parte desses torcedores têm idade igual ou inferior a 30 anos, o que compõe a enorme e importante audiência para o seu crescente mercado musical em locais como a Índia, América Latina e Indonésia. 

O resultado inevitável foi um encontro de interesses que levou à concretização dessa parceria, no qual ambos os lados estarão sendo devidamente beneficiados. 

Uma aliança que vai além das barreiras do físico x digital

Apesar de parecerem estar em lados opostos, um no mercado físico e outro no digital, segundo o clube, tanto a Spotify quanto o FC Barcelona compartilham os mesmos valores e filosofia que definem as marcas, permitindo a retenção do seu status global de benchmarking, dentro e fora dos gramados, em um ambiente competitivo e em ascensão.

O Spotify ainda reforça que usando recursos digitais dinâmicos será possível mostrar artistas regionais para a audiência global do Barcelona. A ideia é que quem estiver assistindo da Europa possa ver a mensagem de um determinado artista, enquanto o telespectador da Índia, por exemplo, possa receber mensagens diferentes, localmente relevantes para ele.

Além disso, como patrocinador oficial das camisas, a streaming também criará uma plataforma para divulgar a voz dos artistas, tornando-se muito mais do que uma simples logo estampada nos uniformes. 

No entanto, a maneira exata como essas ações serão realizadas ainda não foi divulgada, mas o Spotify afirma que o objetivo é unir os dois mundos: físico e digital. 

O fato é que ao realizar esse movimento de junção entre o físico e o digital, o Spotify inova mais uma vez. Até então, ambos os espaços ocupavam esferas completamente opostas e, agora, é possível pensar em um como complemento do outro, transcendendo barreiras.

Podemos dizer, inclusive, que é essa inovação que faz com que as empresas possam se sustentar e conquistar novos mercados, uma vez que a estagnação só traz como resultado o distanciamento entre o consumidor final e seus produtos ou serviços.

Portanto, introduzir novas ideias gera entusiasmo, motivação e abre portas e caminhos para o crescimento. Porém, isso precisa estar atrelado a uma mentalidade focada no público que se vai atingir e na identidade de marca que se quer disseminar para o mundo.      

Por fim. importante mencionar que a estratégia por trás da transação entre a Spotify e o FC Barcelona está diretamente relacionada a técnicas de Growth Hacking, para atingir novos mercados e expandir o canal de distribuição das suas próprias marcas.

Desta feita, o grande propósito estabelecido é de se obter um rápido crescimento, focado na jornada do cliente, através de um marketing inteligente para alcançar novos usuários e amantes da música e do esporte.

Não é à toa que, a cada dia mais, essa metodologia de Growth vem ganhando força e espaço entre as grandes empresas, transformando negócios e alavancando resultados em direção ao sucesso.

Dito isto, se você deseja compreender mais sobre o assunto, entender o que é Growth e dominar o crescimento da sua empresa através de uma metodologia validada por milhares de empresários e gestores no Brasil, conheça o Curso de Growth Online da G4 Educação.

New call-to-action

Glossário do Empreendedor

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W Y X Z