Gestão

Por que investir na sua equipe é o melhor investimento para o seu negócio?

João Vitor em um treinamento B2B realizado no Espaço de Eventos do G4 Educação, mostrando como investir na equipe é importante.

Se você é do time que ainda acredita que investir na sua equipe é perda de tempo ou, pior ainda, que é ruim pois o colaborador pode sair da sua empresa ou até ir trabalhar na concorrência, este artigo vai te mostrar o porquê você precisa mudar seu pensamento.

O principal ativo de uma empresa são as pessoas. A união de várias ideias e mentes, unidas com o mesmo propósito, formam aquele time para gerar determinado resultado.

Máquinas, ferramentas, processos… isso todo negócio pode ter, mas encontrar e reunir pessoas capacitadas e com as habilidades necessárias é o segredo de qualquer empresa.

Já dizia o empresário bilionário Jorge Paulo Lemanm:

– A educação e o aprimoramento das pessoas deve ser um esforço contínuo e incorporado à rotina de trabalho.

Ou seja, a evolução do aprendizado deve ser constante. E se você tem um time bem treinado e comprometido com o próprio desenvolvimento e capacitação, estará cada vez mais perto de alcançar resultados ainda mais expressivos.

Para entender melhor sobre isso, veja 4 motivos de por que capacitar sua equipe é o melhor investimento para o seu negócio.

New call-to-action

#1 – “E se eu desenvolver o funcionário e ele sair da empresa?”

Esse receio ainda passa pela cabeça de muitos empresários. E, na verdade, ela já foi feita para empresários renomados, como Henry Ford. E a resposta dele foi:

– Pior do que treinar um funcionário e ver ele sair, é não treinar o funcionário e ver ele ficar. 

Henry Ford ao lado de um automóvel, com pessoas ao fundo, elucidando a importância do treinamento de funcionários.
Henry Ford ao lado de um carro da Ford.
Divulgação

Desenvolver sua equipe está diretamente ligado ao resultado da sua empresa e ao crescimento que ela pode ter. É com novas ideias e aumento de conhecimento que vão surgir novos projetos, novas soluções, novos produtos e, por sua vez, aumento de receita.

Deve-se levar em conta, ainda, que grande parte do seu time tem desejo de crescer profissionalmente e quando você oferece meios para isso, como um plano de carreira e/ou ferramentas para se capacitarem, está desenvolvendo seu próprio negócio, incentivando o desenvolvimento e execução dentro da sua empresa, e motivando seus colaboradores.

De novo: um negócio sempre é feito por pessoas, em primeiro lugar. São elas que vão ditar a cultura, o espírito, o ritmo de crescimento e os resultados do negócio.

#2 – Colaboradores mais motivados

Essa é uma regra em todos os campos, principalmente no profissional: toda pessoa gosta de ser valorizada, de se sentir importante.

E quando você cria um ambiente de reconhecimento e incentivo, a produtividade tende a ser maior.

Querer investir e capacitar o seu time não é unicamente pensando no resultado a curto prazo, de ter um retorno tangível (como um novo projeto ou novo produto). De acordo com uma pesquisa feita pela Gallup, cerca de 87% dos millennials e 69% das outras gerações dão preferência a oportunidades em que existe a possibilidade de aprender e se desenvolver de modo profissional.

O funcionário ao se sentir valorizado e compreendendo que a empresa acredita no potencial dele, tem mais chances de querer permanecer naquele lugar (retenção de talentos) e, principalmente, ambição de querer melhorar e entregar sempre mais.

#3 – Maior capacidade de inovação e criatividade

Um livro recomendado por Bill Gates em 2020 resume bem a ideia de mais conhecimento = mais inovação.

Bill Gates segurando alguns livros em frente a uma biblioteca, elucidando um livro já mencionado por ele: "Por que os generalistas vencem em um mundo de especialistas", de David Epstein.
Bill Gates segurando uma série de livros.
Divulgação

É o livro “Por que generalistas vencem em um mundo de especialistas”, onde o autor David Epstein explica como, em um mundo cada vez mais especializado, os profissionais mais valorizados e mais bem-sucedidos em suas áreas de atuação são os generalistas, aqueles que pensam fora da caixa e encontram saídas para problemas aparentemente insolúveis por meio da conexão entre áreas e ideias, a princípio, incompatíveis.

De novo, não importa se você vende produto ou serviço ou qual o tamanho da sua empresa, o que levará seu negócio ao crescimento e escala são as pessoas que formam o seu time.

E quando seu time aumenta o nível de conhecimento, estuda, se capacita e se desenvolve, ele tem muito mais chances de criar novas soluções para o seu negócio e alavancar os projetos. 

Ou seja, desenvolvimento do time = desenvolvimento da empresa.

#4 – Alinhamento de Cultura, Propósito e Valores

Nem só do desenvolvimento pessoal de cada colaborador estamos falando. Outro ponto fundamental quando se incentiva e desenvolve pessoas “dentro de casa”, é a capacidade e oportunidade de reforçar os valores da empresa.

Quando o que é ensinado está diretamente ligado ao que a empresa acredita, de propósito, missões, valores e objetivos, tudo se conversa muito bem e é uma nova chance de engajar cada colaborador..

Levando para a prática, quando seu time tem uma cultura de desenvolvimento e capacitação e você oferece isso a ele, estimulando o aprendizado em hard e soft skills, todo o conhecimento poderá ser aproveitado para sua própria empresa, o que é ainda melhor.

E isso auxilia na evolução da cultura organizacional, na integração de colaboradores e na retenção de talentos, porque uma cultura forte atrai pessoas semelhantes e desperta nas novas o mesmo sentimento.

Então, se há um hábito comum dentro da companhia, é bem provável que quem chegar também será enquadrado nesse cenário, se adaptando aos demais.

Tipos de investimento em equipes

Agora que você entendeu da importância de investir no seu time e como isso terá um retorno positivo, veja algumas maneiras comuns que podem ser aplicadas no seu negócio.

Existem opções mais tradicionais, como eventos, palestras e mentorias.

Eles podem ser ministrados por lideranças da própria empresa, trazendo uma visão estratégica e aproveitando para alinhar missão, cultura e valores da companhia com os colaboradores, como também pode ser por pessoas de fora, especialistas em algum tema.

Como, por exemplo, levar até o seu time de vendas o conhecimento de um reconhecido vendedor, que já trilhou um caminho de sucesso e é capaz de trazer insights e aprendizados relevantes para ajudar os colaboradores da empresa a resolverem um desafio.

Também existem os cursos presenciais, oficinas e workshops, ensinando conhecimentos técnicos em algum assunto ou até mesmo as soft skills, as habilidades comportamentais.

Também há a modalidade online, que consegue atender mais pessoas e, no geral, tem custo de investimento mais baixo para a empresa. Atualmente, é a forma de aprendizagem mais comum usada pelas empresas, como mostra a 16a edição da Pesquisa Panorama, da Integração Escola de Negócios, apontando que 69% das ações de treinamento são online/ead.

Pronto para começar a capacitar seu time e desenvolver quem faz seu negócio crescer? Conheça agora o G4 For Business e os treinamentos focados em B2B do G4 Educação.

New call-to-action

Glossário do Empreendedor

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W Y X Z