Tudo sobre Growth

O que é CTA? Um item fundamental para vender mais

Entenda o que significa CTA e como ele é capaz de motivar e guiar os usuários para ações relacionadas aos seus objetivos, alavancando resultados e vendas.

Você sabe o que é CTA? A sigla é bem comum no universo do Marketing, mas nem todos conhecem seu significado, bem como o objetivo.

Confira a seguinte lista:

  • Aumentar as vendas?
  • Mover os leitores para outro conteúdo?
  • Aumentar o número de leads?

Provavelmente, algum desses objetivos corresponde à sua necessidade hoje, e mesmo que sejam outros, o uso do CTA terá uma grande influência sobre o resultado final, isso porque ele aciona gatilhos e atinge diretamente a motivação das pessoas para executar determinada ação.

Se ainda não ficou muito claro o significado de CTA e você está procurando inspiração, estratégias e exemplos para criação das suas, nos acompanhe e aprenda o que precisa saber sobre o assunto.

O que é CTA?

CTA é uma sigla em inglês para Call to Action, ou seja, chamada para ação.

É uma frase usada, principalmente em campanhas de marketing, para chamar atenção e realizar um convite para a realização de alguma ação desejada. Essa frase pode assumir diferentes formas, como:

  • Hiperlink de texto;
  • Botão;
  • Texto simples sem link.

Frequentemente, exemplos de CTA aparecem no final de algum conteúdo em uma postagem nas mídias sociais, blog ou vídeo.

O local de sua inserção é sempre estratégico, após um conteúdo relevante ou local visível, convidando-os a comprar, se inscrever, navegar pelos produtos, inserir informações ou uma série de outros resultados desejados.

“Compre agora” ou “Baixe agora” são exemplos muito comuns, mas um CTA também pode ser mais extenso, como “Inscreva-se em nossa newsletter”.

As possibilidades são muitas e sempre vão de encontro aos objetivos estratégicos do negócio e do plano de marketing adotado.

O mais importante é que a chamada para ação incentive os clientes em potencial a se manterem engajados e realizarem a ação desejada.

CTA no Marketing 

Os calls to action sempre tiveram força dentro de um plano ou estratégia de marketing de um negócio, desde os modelos mais tradicionais em revistas e jornais até o uso intensificado com o marketing digital em blogs, anúncios, vídeos e mídias sociais.

Seu apelo à ação é a parte do anúncio que diz ao usuário o que ele deve fazer depois de acessar seu site ou página de destino. O exemplo mais simples de um apelo à ação é “Compre agora!”

Quanto mais informações você fornecer a seus clientes em potencial com o CTA, melhor será para todas as partes envolvidas. Você pode deixar seu público saber o que esperar quando clicar em seu anúncio e pode ajudar a dissuadir os usuários errados de clicar por meio de uma mensagem clara e direta.

Os CTAs são relevantes dentro do marketing porque incentivam seu público a tomar uma decisão planejada dentro de uma campanha de marketing.

Um dos principais objetivos em uma campanha é guiar um visitante dentro da jornada de compra e convertê-lo em um lead para a equipe de vendas.

No entanto, cada campanha de marketing pode ter uma ação diferente planejada para o público realizar, uma vez que existem várias estratégias que podem ser usadas para guiar seu público em sua jornada.

Abaixo estão 4 exemplos simples e mais comuns dos tipos de CTAs utilizados em campanha marketing:

  1. Inscreva-se: este exemplo não compromete ninguém com uma compra. Neste tipo de CTA, o público pode ser convidado a receber atualizações da empresa por uma newsletter, se inscrever para uma avaliação gratuita, um curso online, um evento futuro ou até mesmo um produto ou aplicativo.
  2. Acesse o conteúdo gratuito: atualmente, quase todas as empresas têm algum tipo de oferta gratuita, permitindo que as pessoas tenham uma pequena prova da experiência que o produto comercial poderia proporcionar antes de decidir se vale a pena o investimento, o que está alinhado com o conceito de Product-Led Growth. Além disso, é uma forma de adquirir novos contatos para listas de e-mail, por exemplo, para manter um relacionamento e gerar um lead qualificado futuramente.
  3. Saiba mais: às vezes, tudo o que você deseja é fornecer a seus clientes em potencial um pouco mais de informações para que estejam preparados para comprar algo. É para isso que serve este CTA.
  4. Junte-se a nós: Se o seu negócio tem uma forte comunidade online e o seu produto é baseado na colaboração entre usuários, essa CTA é muito relevante, já que proporciona esse sentimento de pertencimento é algo que motiva a maioria das pessoas.

Leia também: O que é lead? Conheça o processo de geração de leads

Qual a importância de usar CTA?

Pense em todas as vezes em que você se inscreveu para algum curso, baixou um e-book ou programa quando estava apenas usando a sua rede social por distração. 

Cada uma dessas inscrições e downloads é provavelmente o resultado de uma chamada para ação (CTA) eficiente.

Se você não tivesse sido atraído pela copy ou design do CTA, provavelmente usaria muito menos aplicativos, programas, não teria lido tantos e-books e feito tantos cursos quanto agora.

Esse é o grande benefício de um bom CT:, ajudar na tomada de decisões dos visitantes e usuários e dar sentido ao seu conteúdo ou publicação.

Mesmo que seja apenas uma frase de duas palavras, é muito importante guiar seus visitantes para o que fazer a seguir e, principalmente, durante a sua jornada de compra, por meio do uso de CTAs estratégicos.

CTAs que usam fortemente gatilhos a seu favor, como o senso de urgência, também ajudam a aumentar as conversões e resultados esperados.

Portanto, escrever a chamada de ação mais estratégica pode alavancar sua campanha de marketing, afetando diretamente suas taxas de conversão.

Como fazer call to action?

O primeiro passo para realizar uma call to action efetiva é determinar a meta que você está tentando alcançar:

  • Aumentar as vendas?
  • Mover os leitores para outro conteúdo?
  • Aumentar o número de leads?

Como em qualquer planejamento, após definir objetivos e metas, como vemos em nosso conteúdo sobre o que é OKR, você estará muito mais preparado para pensar na melhor forma de atingi-los.

No momento de escrever o CTA, 7 dicas importantes podem te guiar na construção:

1. Comece com verbos de ação fortes

As melhores frases de chamada para ação são curtas e usam verbos de ação fortes logo no início.

Isso não é apenas mais persuasivo, mas também é uma questão  de necessidade devido aos limites de caracteres, caso seja feito em anúncios. 

O mais indicado é começar com um verbo (exemplo “comprar”), seguido de um advérbio (exemplo “agora”) ou um assunto (exemplo “e-book”) ou ambos, ou seja:

  • Compre agora;
  • Baixe este e-book agora.

Quando se inicia uma frase com um verbo de ação, fica muito mais clara e direta qual ação deve ser realizada, não deixando margem para possíveis dúvidas e potencialmente aumentando muito a taxa de cliques ou ações desejadas.

Na tabela abaixo estão alguns dos verbos de apelo à ação mais comuns, divididos por objetivos, para auxiliar nas suas combinações de CTA do seu negócio:

ObjetivoVerbos de ação mais comuns
Aumentar vendas no E-commerceCompre, faça um pedido, reserve, salve, adicione ao carrinho
Aumentar conversõesExperimente, comece, assine, inscreva-se
Aumentar conversões sem fins lucrativosDoe, comprometa-se, seja voluntário, adote, ajude, apoie
Aumentar inscrição em newsletterInscreva-se, participe, junte-se, receba
GeralSaiba mais, veja mais, veja como, comece, descubra, verifique, clique aqui, continue, deslize para cima

Para fortalecer ainda mais o CTA, é possível usar palavras mais específicas que falam diretamente sobre o resultado ou benefício que o produto ou serviço agrega na vida do usuário, como por exemplo:

  • Descubra sua melhor qualidade;
  • Junte-se à nossa comunidade.

2. Provoque emoções

Para gerar uma resposta emocional, em muitos casos será necessário optar por um CTA mais longo.

Ben Sailer, diretor de Inbound Marketing da CoSchedule, recomenda usar uma abordagem indireta para CTAs, em vez de vender diretamente ao consumidor, como mostra este conteúdo da AdEspresso:

“Na minha opinião, a melhor forma de implementar um apelo à ação nas redes sociais é tornar o CTA implícito e não direto. […] Por exemplo, ‘Nossos novos sapatos estão nas lojas. Quando veremos você aqui?’ receberá provavelmente mais engajamento do que ‘Nossos novos sapatos estão nas lojas. Clique para comprar agora.‘ Como acontece com tudo nas redes sociais, a melhor estratégia persuasiva de CTA tende a ser informal, mesmo quando se destina a ser comercial.”

Outro ponto importante é gerar entusiasmo. Se o seu CTA estiver entusiasmado, seu público também tende a ficar entusiasmado.

Para quem deseja reservar uma viagem em família, um CTA como: “Planeje as férias dos seus sonhos hoje!” deve gerar entusiasmo e ansiedade para clicar e saber mais sobre essa viagem.

Um elemento pequeno, mas eficaz, é o ponto de exclamação ao final de seu CTA para provocar esse entusiasmo. Isso gera um destaque e um toque extra à mensagem.

3. Deixe claro o motivo para ação

No CTA, precisa estar muito claro o motivo que irá provocar a ação esperada. Em outras palavras, o que as pessoas que realizarem a ação ganham com isso?

Um bom exemplo disso seria algo como “ligue hoje para agendar sua consulta gratuita!” Não apenas você declarou a ação que deseja que o usuário execute (ligue hoje), mas também forneceu um motivo pelo qual ele deveria realizar essa ação (uma consulta gratuita).

4. Use gatilhos

Gatilhos mentais são motivadores extremamente eficazes, já que geram no cérebro um estímulo que  influencia diretamente a tomada de decisão. 

Existem muitos gatilhos que podem ser utilizados, e dentre eles o gatilho de urgência ou escassez tem grande efeito de persuasão.

Quando as pessoas pensam que podem perder uma oportunidade que pode não aparecer novamente, elas tendem a ser rápidas para tomar uma decisão.

Um dos melhores usos desse gatilho no CTA é mencionar uma venda ou promoção relâmpago que sua empresa está realizando, como por exemplo:

  • “Compre hoje!”
  • “As vendas terminam na segunda-feira”
  • “Compre agora enquanto durarem os estoques!”

É difícil ignorar um aviso como esse, especialmente durante um tipo de situação urgente e sensível ao tempo (por exemplo, na época do Natal).

Semelhante a provocar entusiasmo, conforme discutimos anteriormente, provocar o medo de perder em seu CTA com certeza trará alguns cliques adicionais.

Um exemplo marcante do gatilho de senso de urgência é o Walt Disney World Resort. Como a maioria dos destinos de férias, eles fazem negócios ao longo do ano. Dessa forma, se você responder antes de uma determinada data (neste caso, até 26 de setembro), você ganha um desconto na hospedagem em hotéis selecionados.

Essa data iminente é um encorajamento suficiente para fazer com que o visitante do site visualize os detalhes e queira conhecer mais sobre as opções de férias fornecidas antes dessa data limite acabar.

CTA Hospedagem Walt Disney World

Outro uso marcante desse gatilho no site da Disney é o uso de cronômetros em contagem regressiva quando algum evento ou novidade importante está para acontecer.

CTA contagem regressiva Walt Disney World

5. Adeque para um layout responsivo

Além da preocupação com a frase do CTA, é importante adequá-lo e personalizá-lo com base no dispositivo que está sendo mais usado pelo seu público. 

O Google considera o desktop e o tablet o mesmo dispositivo, já que os tamanhos de tela são praticamente os mesmos e são usados para pesquisas em cenários semelhantes. 

Um exemplo disso seria uma pessoa sentada no sofá à noite, que vê um anúncio na TV de um produto no qual está interessada. A próxima ação que provavelmente fará é pegar seu notebook ou tablet e pesquisar mais informações sobre isto.

No entanto, os dispositivos móveis tendem a ter comportamentos e intenções de pesquisa diferentes em relação aos computadores e tablets, tornando assim relevante adequar e personalizar seu CTA com base no dispositivo utilizado.

Os usuários que procuram algo em seu computador ou tablet geralmente ainda estão fazendo suas pesquisas e não estão totalmente prontos para comprar ou se comprometer, mas os usuários que procuram algo em seus celulares geralmente procuram por gratificação instantânea ou resultados rápidos.

Uma dica é criar o CTA mais focado em ligações para os anúncios exibidos em celulares. Você pode tentar algo como “ligue agora para começar” ou “ligue para nós hoje para obter mais informações”, e isso deve ajudar a orientar o público-alvo para a ação que você deseja que ele execute.

Existem duas maneiras de tornar essa estratégia ainda mais eficaz:

  1. O Google oferece a capacidade de definir uma preferência de celular para seus anúncios, o que permite designar determinados anúncios para serem exibidos apenas para pesquisas concluídas em aparelhos celulares. Com esta opção, você pode concentrar seu CTA na geração de mais chamadas telefônicas.
  2. Você também pode ativar as extensões de chamada, que permitem exibir seu número de telefone ao lado dos anúncios, conhecido como função “Click-to-Call” do Google. Um pequeno botão “Ligar” será exibido, permitindo a discagem com um toque. 

6. Não tenha medo de fugir do padrão e ser criativo

Você não precisa se limitar aos exemplos padrões. Seja criativo e teste sua própria chamada para ação.

Para isso, uma dica é ter em mente qual a missão, objetivo e proposta de valor que sua empresa entrega aos clientes.

Imagine, por exemplo, que você administra um spa onde as pessoas recebem tratamentos faciais.

Em seguida, transforme os verbos e modificadores em uma CTA de 2 a 5 palavras. Adicione informações relevantes quando necessário:

  • “Obtenha uma máscara de lama grátis”
  • “Cuide-se hoje!”

Para avaliar se as novas chamadas para ação fornecem mais resultados, sempre execute alguns testes A / B em seu anúncio para ver qual traz os melhores resultados. Sua verificação, atualização e lapidação deve ser constante.

7. Use números quando possível

Se for possível, utilize números em sua CTA, como preços, descontos, promoções, incentivos, entre outros.

Isso, pode aumentar consideravelmente as suas taxas de conversão, uma vez que a visualização numérica ajuda o consumidor a determinar se vale a pena o investimento.

Assim como na criação de CTAs criativos, é preciso testar e experimentar.

Por isso, experimente fazer chamadas para ação com suas informações de preços, bem como qualquer outra informação numérica aplicável, como por exemplo:

  • “Peça até domingo para frete de 1 dia”. 
  • “Reserve hoje! 15% de desconto na sua próxima visita”.

7 Exemplos de CTA de grandes empresas

A seguir, todas as dicas e técnicas mencionadas anteriormente serão demonstradas na prática com exemplos reais de grandes empresas. 

Os exemplos citados possuem o objetivo de fornecer inspiração e exemplificação prática dos conceitos e práticas de uso de CTA.

Não existe garantia que um exemplo aplicado em uma grande empresa possa surtir o mesmo resultado bem-sucedido no seu negócio, por isso, é preciso abstrair os aprendizados que cada case pode fornecer, adaptar para a realidade da sua empresa e testar.

1. G4 Educação

Para iniciar os exemplos, vamos conferir um pouco dos próprios CTAs do G4.

O design do site foi planejado e elaborado para enaltecer a copy e os botões de CTA, que são derivados das cores da identidade visual da marca.

No primeiro contato com a página inicial, o usuário ainda não é direcionado para uma compra direta, mas sim para conhecer mais sobre os programas.

CTA Home Gestão 4.0

Após despertar a curiosidade e interesse inicial, o visitante clica no botão “Quero conhecer os programas” e dessa forma é direcionado para mais detalhes sobre cada um, com CTAs mais persuasivos para aquisição: “Quero me inscrever”:

CTA Imersões Gestão 4.0

2. Evernote

O design no site do Evernote torna muito simples para os usuários entenderem rapidamente os benefícios de usar o aplicativo e como se cadastrar e adquirir para começar a usá-lo.

CTA Evernote

Além disso, a cor verde do botão de ação principal do CTA “cadastre-se gratuitamente” é o mesmo verde do logotipo do Evernote, fornecendo grande destaque dentro da página.

3. Dropbox Business

O Dropbox sempre adotou um design simples e sutil.

CTA Dropbox

Graças a isso, o botão de call to action azul principal “Iniciar sua avaliação gratuita” e secundário “Começar agora” se destaca de todo o resto da página. 

Como o CTA e o logotipo do Dropbox são da mesma cor, é fácil para o visitante interpretar sobre a ação a ser tomada.

4. Netflix

Quando se tem uma boa técnica de vendas, a preparação para enfrentar possíveis objeções do cliente faz parte da rotina.

Pensando no uso do CTA que guia o usuário dentro da jornada de compra para conversão em lead ou até mesmo cliente, usar essa estratégia de preparação para objeções é muito relevante.

Um grande exemplo disso é o que é realizado pela Netflix, que alia uma solução para uma objeção frequente dos usuários terem receio de se comprometerem a se inscrever em algo com pagamento mensal com sua CTA.

CTA Netflix

A frase “Cancele quando quiser” logo acima do CTA “Vamos lá” elimina completamente essa objeção frequente.

Além disso, é possível notar como nos exemplos anteriores que o design é grande aliado da CTA, já que a cor vermelha dos botões primários e secundários correspondem à cor do logotipo da Netflix.

5. Uber

O Uber procura dois tipos muito distintos de pessoas para se inscreverem em seu site: passageiros e motoristas. 

Ambos os públicos possuem desejos e necessidades completamente diferentes. Dessa forma, dentro do site há sempre dois CTAs diferentes e claros para que o público consiga se direcionar:

  • “Cadastre-se para dirigir”
  • “Cadastre-se para viajar”
CTA Uber

Também é interessante notar a recente atualização dos CTAs iniciais e principais devido à grande mudança trazida pela pandemia, dado que a preocupação com a saúde e segurança é a grande questão do momento.

CTA Uber COVID-19
CTA Uber Segurança

6. Spotify

Assim que você chega à página inicial do Spotify, fica bem claro que seu principal objetivo é atrair novos clientes que ainda não possuem uma conta Premium para um período de uso gratuito, para mostrar os benefícios de uso sem anúncios, modo offline e outros, de modo a despertar o interesse na aquisição futura.

CTA Spotify

Assim como o exemplo da Netflix que envolve uma assinatura, a frase “Cancele quando quiser” também está presente acima do botão de CTA para acabar com essa objeção.

Ao contrário dos outros exemplos, o botão de CTA não é da mesma cor que se apresenta o logotipo, mas oferece o mesmo contraste de fundo e cores de fontes, o que garante o maior destaque para a marca e o botão.

7. Instagram

Como o Instagram é um aplicativo principalmente utilizado por celulares e dispositivos móveis, é possível observar dois CTAs pretos de tamanho igual: um para baixar o Instagram na App Store da Apple e outro para baixá-lo no Google Play. 

CTA Instagram

A razão pela qual esses CTAs são do mesmo tamanho e sem destaque diferenciado é porque não importa se alguém faz o download do aplicativo na App Store ou no Google Play.

O que vale mesmo é o download, e é exatamente para esta métrica de conversão que o Instagram está otimizado.

Técnicas e dicas para CTAs de alta conversão

Algumas dicas e sugestões podem te ajudar a ter melhores resultados com os seus CTAs, seja qual for o objetivo. Confira:

1. Quebra de objeções

Do ponto de vista do consumidor, quanto menos ele perder com uma ação, mais confortável ficará com a ideia de realizá-la.

Nos exemplos da Netflix e Spotify que envolvem o compromisso da assinatura, a frase “Cancele a qualquer momento” produz exatamente esse efeito enfatizador do baixo risco, quebrando a objeção frequente.

Além disso, esses exemplos oferecem aos visitantes a opção de agir imediatamente clicando em um botão.

Nesse caso, o usuário pode iniciar o streaming de conteúdo da plataforma imediatamente e sem risco algum, o que é uma oferta bastante atraente e capaz de gerar altas conversões.

2. Objetividade

Você pode ter a página de destino mais bem projetada do mundo, com gráficos impressionantes e uma estratégia de publicidade impecável para atrair tráfego. Porém, se a técnica de copy dessa página não disser aos visitantes por que eles devem agir, é inútil.

A copy é o que conecta os visitantes e os convence a agir, explicando o que eles têm a ganhar com isso.

Claro, há muito espaço para criatividade. Um redator experiente pode fazer até mesmo os produtos menos “empolgantes” parecerem interessantes.

Mas ao desenvolver sua copy do CTA, lembre-se de ser o mais claro possível sobre o que você está oferecendo.

O texto inovador é ótimo para destacar uma página e chamar a atenção dos visitantes. Contudo, se criar alguma confusão sobre o que a página está oferecendo, é contraproducente.

É por isso que os CTAs mais eficazes são extremamente diretos e simples, como observado nos 7 exemplos das grandes empresas.

3. Gratificação instantânea

Uma das maiores vantagens do marketing digital é o potencial de entregar gratificação imediata.

Você pode fornecer aos seus clientes recursos para download, acesso a ferramentas e serviços Premium em segundos após a conversão.

Embora não seja tão simples para todos os setores, ainda assim, quase todas as empresas podem oferecer processamento imediato de pagamentos e confirmação de pedidos. Afinal, é muito agradável saber que encomendou com sucesso um produto para sua casa sem ter que sair do sofá.

Independentemente do setor e do modelo de negócios, qualquer empresa pode oferecer a seus clientes algum tipo de gratificação imediata. Mesmo que não seja na forma de seu produto ou serviço principal, eles podem oferecer a um cliente potencial algo para aumentar as conversões, como um conteúdo para download gratuito.

4. Inclua CTAs secundárias

Na seção anterior, você provavelmente percebeu que os exemplos que mostram gratificação instantânea não eram para os principais produtos ou serviços dessas empresas.

Embora seu site provavelmente tenha sido projetado com uma ação específica e de alto valor em mente, essa não deve ser a única possibilidade de ação oferecida aos usuários. Você pode querer que todos os seus visitantes façam uma compra imediatamente – mas, infelizmente, isso nem sempre acontece.

Quando você limita seu site a um único CTA, essencialmente dá a seus visitantes um ultimato: faça essa ação ou saia.

Ao adicionar algumas opções secundárias, no entanto, você reduz as chances de um visitante sair simplesmente porque não está pronto para aceitar sua oferta principal.

A primeira maneira de fazer isso, conforme abordamos na seção anterior, é criar “ofertas” adicionais das quais os visitantes possam aproveitar gratuitamente.

A segunda é simplesmente destacar as maneiras pelas quais um usuário pode se manter envolvido com seu conteúdo.

5. Estabeleça credibilidade

Muitas plataformas de publicidade digital hoje oferecem opções avançadas de segmentação que ajudam os profissionais de marketing a alcançar pessoas que provavelmente farão parte de seu público-alvo.

Isso permite que as marcas concentrem suas campanhas nos visitantes do site que podem ser leads e clientes qualificados.

É uma melhoria significativa em relação às opções tradicionais, que normalmente eram limitadas a um determinado canal de TV ou público-alvo de uma estação de rádio. No entanto, a grande vantagem dessa abordagem de marketing tradicional era o reconhecimento do nome da marca.

Os anúncios em uma estação de rádio local provavelmente são para divulgação de empresas em um raio aproximado de 20 quilômetros. Então, há uma chance maior de você ter ouvido falar dessas empresas do que aquelas que anunciam para você no Facebook hoje.

Portanto, ao criar anúncios para plataformas digitais, é importante lembrar que as pessoas podem não estar familiarizadas com sua marca.

Além disso, você tem um tempo limitado para estabelecer sua credibilidade. Mesmo se estiver anunciando uma avaliação gratuita ou outra oferta de baixo risco, você precisa mostrar ao seu público por que ele deve confiar em você o suficiente para dar esse passo.

Dicas para CTA em Mídias Sociais

Nos exemplos de grandes empresas foi possível observar o uso de CTA dentro dos sites, o que não elimina a importância e o uso em outros canais de comunicação, como por exemplo o Facebook e o Instagram.

A aplicação dos gatilhos e técnicas de copy dentro das mídias sociais é muito forte, já que em redes sociais, as pessoas não estão no momento de compra, e sim em um momento de distração e relaxamento.

Por isso, a grande estratégia na elaboração dos textos e CTA é mudar a mentalidade do usuário de “por que” para “por que não?”, removendo objeções e criando a sensação de que não há razão para não experimentar um produto ou serviço. Em teoria, isso aumenta as chances de os clientes em potencial tomarem a ação desejada.

Há alguns anos, o Facebook e o Instagram tem botões de CTA clicáveis ​​integrados à própria configuração de interface. As opções de botão incluem “Compre agora”, “Saiba mais”, “Enviar mensagem” e muitas outras.

A ideia é que você possa usar esses botões de CTA para reforçar os anúncios, aumentando ainda mais a probabilidade de conversão, porque os usuários são mais propensos a clicar intuitivamente quando veem aquele botão que solicita uma ação, mesmo sem perceber.

Além do botão em campanhas, existe a funcionalidade dentro do Instagram de “arrastar para cima” nos stories, que inclui um link direcionado para uma página de destino de compra, aquisição gratuita, entre outros, que proporciona um efeito parecido com o botão.

É importante sempre lembrar de adaptar sua CTA com base no anúncio que você está veiculando e no estágio do funil que você está segmentando. Optar por “aprender mais” para os usuários no início do funil pode causar menos risco e menos pressão do que começar com um “Compre agora”, mas isso depende do anúncio e do público.

Como saber se seu CTA está funcionando bem?

Depois de criar suas frases de call to action, sejam elas por e-mail, pop-ups ou espalhadas pelas postagens do seu blog ou site, você vai querer ter certeza de que elas estão funcionando para o seu negócio e o seu público.

Uma dica é analisar o seu CTA pronto e se perguntar:

  • Qual objetivo estou tentando alcançar aqui? 
  • Como minha mensagem de CTA incentiva os visitantes do meu site a atingir esse objetivo? 

Depois de responder a essas duas perguntas, as ferramentas de usabilidade e teste podem ajudá-lo a criar os melhores CTAs possíveis, fornecendo entendimento de como os usuários estão interagindo com elas. Algumas possibilidades de ferramentas são:

  • Mapas de calor e mapas de rolagem para determinar se as pessoas estão respondendo – ou mesmo vendo – seus CTAs;
  • Gravações da sessão do visitante para ver por que os usuários estão interagindo com sua chamada à ação da maneira que estão;
  • Testes A / B dos seus botões de apelo à ação que permite a publicação de duas versões do mesmo CTA para comparar qual tem melhor desempenho.

O próximo passo: crie suas próprias CTAs de alta conversão!

Após as explicações teóricas, exemplos e dicas, está na hora de colocar seu conhecimento em prática.

Inspire-se com os exemplos práticos e de grandes empresas citados aqui e crie sua frase para uma chamada para ação exclusiva para sua empresa ou encaixando dentro dos padrões já usuais.

Lembre-se de que o caminho para mais conversões inclui muitos testes e botões de apelo à ação secundários e colocar em seu site e canais de divulgação vários CTAs diferentes e complementares, para comparar os desempenhos e ir realizando otimizações.

Algo pode parecer ótimo no papel ou quando um colega o recomenda, mas a única maneira de você saber com certeza se algo vai funcionar para sua conta é por meio de testes. Afinal, é fundamental testar com o seu público-alvo a eficiência dos CTAs para saber o que de fato funciona.

Depois de entender o que é CTA e como utilizá-lo, se você deseja acelerar o crescimento do seu negócio por meio de outras técnicas e práticas inteligentes, conheça o curso online de Growth do Gestão 4.0 e explore novas possibilidades para o seu desenvolvimento.