Tudo sobre Gestão 4.0

Big Hairy Audacious Goals (BHAG): o que é este conceito?

Em 1961, o presidente dos Estados Unidos John Fitzgerald Kennedy, em uma sessão conjunta com o congresso, disse que, até o final dos anos 60, o país levaria uma pessoa para a superfície lunar e a traria de volta sã e salva. Esse objetivo, porém, foi algo tão ousado para aquela época que hoje é considerado como um dos exemplos mais icônicos do que atualmente conhecemos como big hairy audacious goals, ou BHAG.

“Eu acredito que esta nação deve se comprometer em alcançar o objetivo de desembarcar um homem na lua e trazê-lo de volta para a terra com segurança até o final desta década”

John F. Kennedy
35º presidente dos Estados Unidos
Discurso que John F. Kennedy deu ao congresso falando sobre levar um homem a lua.
(Na imagem: John F. Kennedy durante o famoso “Moonshot Speech” no dia 25/06/1961)
(Crédito: NASA)

Dentro do mundo corporativo, esses objetivos mais audaciosos, apesar de parecerem um tanto contraintuitivos por estarmos vivendo em uma sociedade de hábitos e mudanças muito aceleradas, são considerados como uma importante prática caso a sua empresa vise um crescimento de receita top-of-the-line

Por conta disso, separamos tudo o que você precisa saber sobre esses big hairy audacious goals, desde sua definição, elementos importantes, categorias e diversos exemplos conhecidos que facilitarão o processo de criação do BHAG da sua empresa.

Big Hairy Audacious Goals: significado do conceito?

Metas audaciosas e cabeludas, essa é a tradução deste conceito estabelecido por James C. Collins e Jerry I. Porras em seu livro “Feitas para durar: práticas bem-sucedidas de empresas visionárias”, publicado em 1994. 

Os BHAGs são objetivos a longo prazo, normalmente entre 10 e 25 anos, guiados e embasados nos valores centrais e no propósito da empresa. Dito isso, esses objetivos são tão ousados, tão fora da caixa e, às vezes, tão absurdos, que dão a impressão de que as companhias nunca conseguirão concretizá-los. Essas metas servem como uma forma de motivar e “energizar” os funcionários da empresa. 

No entanto, é importante enfatizar que o BHAG deve estar conectado à estratégia subjacente da empresa, caso contrário, se torna apenas uma afirmação pretenciosa ou um número aleatório. 

“Atingir um valor de mercado de US$125 bilhões até o ano 2000”

BHAG do Walmart, estabelecido em 1990
No dia 26 de março de 2010, o Walmart bateu o BHAG e atingiu um valor de mercado de US$208,66 bilhões

Por quê os BHAG são importantes para o seu negócio?

Um dos principais valores trazidos pelos BHAG é capacidade de fazer com que você e seu time não pensem pequeno. Ironicamente, estabelecer uma meta a longo prazo tão audaciosa cria um senso de urgência.

Se fizermos uma analogia, pense no BHAG como o pico do Monte Everest, onde é possível alcançá-lo, porém exigirá muito tempo, esforço, dedicação e resiliência de todos os funcionários da empresa. Afinal, esse objetivo só será alcançado através de um excelente trabalho em equipe. 

Caso qualquer integrante da sua companhia não tiver uma clara visão de qual o caminho certo ou qual decisão será favorável para a empresa, basta ele/ela se perguntar: “essa decisão estará nos aproximando do nosso BHAG?” 

Esse objetivo também influenciará em todo o recrutamento atual e futuro, já que você deseja contratar as melhores pessoas possíveis para atingir essa meta tão audaciosa. Além disso, essa clareza também atrairá as pessoas certas, e que desejam fazer parte da realização desse objetivo, para a sua empresa.

Por último, criar um BHAG é um incentivo fundamental para que os funcionários entendam que, caso essa meta seja alcançada, a empresa entra em outro patamar, o de visionária, assim como os diversos exemplos citados em “Feitas para Durar”. 

“Organizar a informação do mundo e torná-la universalmente acessível e útil”

BHAG do Google, estabelecido em 1998

De fato, o próprio Larry Page disse que os OKRs –objetivos e resultados-chave que funcionam como um protocolo colaborativo de definição de metas audaciosas para organização, equipes e indivíduos– ajudaram a tornar esse BHAG mais viável e mantiveram a empresa, incluindo ele mesmo, no caminho certo nos momentos que mais importavam.

Larry Page e Sergey Brin, fundadores do Google, na sede da empresa em 1998
(Na imagem: os fundadores do Google, Larry Page (esquerda) e Sergey Brin (direita), na sede do Google em 1998)
(Crédito: Exame / Google)

Elementos de um bom BHAG?

O paradoxo de um bom BHAG é que, ao ser tão audacioso, existe a possibilidade de que você não o alcance. No entanto, ainda que exista quem se pergunte sobre o porquê estabelecer um objetivo que pode não ser alcançado, um bom BHAG estimula o progresso da sua empresa. Por conta disso, aqui estão os elementos necessários para construir um BHAG ideal:

  • Sentir que essa meta audaciosa é 70% atingível;
  • O BHAG deve ser claro e convincente;
  • Amplia a competência da sua empresa;
  • É mensurável;
  • Deve estar conectado com a estratégia da empresa;
  • É uma meta a longo prazo, mínimo 10 anos. 

“Permitir a exploração humana e a colonização de Marte”

BHAG da SpaceX, estabelecido em 2002
Elon Musk introduzindo a espaçonave SpaceX Dragon V2 em 2014
(Na imagem: Elon Musk, fundador e CEO da SpaceX, introduzindo a espaçonave SpaceX Dragon V2 em 2014)
(Crédito: Coin Times / Jae C. Hong / Associated Press)

Os 4 tipos de BHAG

  • Target Oriented: estabelece uma meta quantitativa ou qualitativa claramente definida

“Ajudar nossos alunos a gerarem mais de 1 milhão de empregos até 2030”

BHAG do G4 Educação, estabelecida de 2019
  • Competitiva: competir com um inimigo em comum

“Esmagar a Adidas”

BHAG da Nike, estabelecida nos anos 60
  • Role Model: copiar características de outra empresa de sucesso fora de sua concorrência imediata

“Tornar-se a Nike da indústria do ciclismo”

BHAG da Giro Sport Design, estabelecida em 1998
  • Transformação Interna: focar internamente em sua própria mudança transformacional

“Transformar esta empresa fabricante de produtos químicos em uma das fabricantes de medicamentos mais proeminentes do mundo”

BHAG da Merck, estabelecida nos anos 30
Bruno Nardon, Tallis Gomes e Alfredo Soares, fundadores e mentores do G4 Educação
(Na imagem: fundadores do G4 Educação, Bruno Nardon (esquerda), Tallis Gomes (centro) e Alfredo Soares (direita))

Conclusão

Os big hairy audacious goals tem como objetivo juntar a equipe, elevar seu desejo e suas capacidades e engajá-los para alcançar uma meta tão audaciosa que só será possível através do máximo compromisso. Dito isso, assim como disseram Jim Collins e Jerry Porras, um BHAG bem pensado muda o foco para a bigger picture.

Sendo firmes ao BHAG de ajudar a gerar mais de 1 milhão de empregos até 2030 através do impacto gerado em seus alunos, o G4 Educação já formou mais de 22.000 alunos, com mais de 15 cursos online e presenciais disponíveis para empreendedores em diferentes estágios, e esses números, tanto de alunos como de cursos, segue aumentando e motivando ainda mais o trabalho de quem trabalho dentro da empresa.

Se você deseja acelerar o crescimento do seu negócio por meio de conceitos modernos, aplicáveis e validados por alguns dos maiores empreendedores do país, conheça o Imersão e Mentoria de gestão 4.0 do G4 Educação e explore novas possibilidades para o seu negócio.